ORA, POIS!

Senão x Se não. Entenda quando usar

No ORA, POIS não há dúvida sem solução. Confira quando usar “senão” e “se não” para não errar mais.

Senão apresenta ideia de oposição ou contraste (apressar/atrasar). Pode ser substituída pelos equivalentes caso contrário, do contrário, de outro modo, a não ser, mas sim, apenas, somente. Significa ainda falha ou defeito.

Exemplos:
– Não era caso de expulsão, senão de repreensão (mas sim);
– Não se viam senão os pássaros (apenas, somente);
– Não houve um senão em sua apresentação (falha, defeito).

 

Se não traz sentido de condição imposta (se), condicional. Pode ser substituída pelos equivalentes ‘caso não’, ‘quando não’.

Exemplos:
– A casa ficará pronta se não faltar tijolos.
– Se não fossem meus pais, não seria quem sou!

As explicações foram dadas pela professora de língua portuguesa da Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza (Fametro), Caroline Assis.

Tem alguma dúvida sobre ortografia? Escreva-a nos comentários.

Recomendado para você