Plínio Bortolotti

New York Times e sua editora de Mídias Sociais

O New York Times anunciou  a contratação da sua primeira editora de Mídias Sociais. Jennifer Preston será responsável por ensinar os profissionais da redação a utilizar ferramentas da Internet para encontrar fontes, seguir informações e notícias, entre outras funções, que até o momento não são muito claras.

Pelo seu twitter, Jennifer tem conversado com usuários, recebendo críticas, sugestões e, principalmente, questionamentos sobre qual será exatamente a sua função.

A função de Jennifer é definida como “uma pessoa que concentra todo o seu tempo expandindo o uso das redes de mídia social e publicando plataformas para melhorar o jornalismo do New York Times e entregá-lo aos leitores”. [Com Comunique-se]

Depois de anunciada a contratação de Jennifer  sites americanos começaram a chamá-la de  “czarina do Twitter”, para o controle dos jornalistas.

A chefia de redação do jornal respondeu que a função da editoria não seria policiar, mas “tornar as coisas mais consistentes”. E para que a redação pudesse  “entender como usar mídia social como ferramenta para jornalistas”.

Já adotaram editores de mídia social, entre outros, o Los Angeles Times e o canadense Globe and Mail. [Com Toda Mídia]

Recomendado para você