Plínio Bortolotti

Fortaleza, terra de ninguém

Na rua João Brígido, pedestres e carros se expremem: a rua é dos caminhões

Na rua João Brígido, pedestres e carros se espremem: a rua é dos caminhões

Na frente, Cometa, atrás, tudo atravancado

Na rua João Brígido, esquina com a Ildefonso Albano [Joaquim Távora] o depósito do supermercado Cometa [que tem a frente na av. Antônio Sales] ocupa os dois lados da rua, o dia inteiro, com caminhões descarregando mercadoria.

A rua tem duas mãos. Os carros que precisam transitar por ali, passam um por vez, como se fosse cancela de fazenda. Para os pedestres a situação é pior, pois ficam sem rua e sem calçada,  usada para descarregamento. Em Fortaleza impera a lei do mais forte.

Recomendado para você