Plínio Bortolotti

Promessa foi feita há mais de um ano, mas paradas de ônibus continuam sem abrigo

736 3
Parada de ônibus sem abrigo: Rua tenente Jurandir Alencar, na Praça da Matriz, em Messejana

Parada de ônibus sem abrigo na Rua tenente Jurandir Alencar, entre as ruas Coronel Francisco e Coronel Guilherme, em Messejana

Avenida do Imperador, entre as ruas Pedro I e Pedro Pereira, Centro - outra parada sem abrigo

Avenida do Imperador, entre as ruas Pedro I e Pedro Pereira, Centro - outra parada sem abrigo

Do leitor Hiran Brasil recebi as fotos aqui publicadas com o texto abaixo:

«Envio as primeiras fotos que lhe prometi. Trata-se de uma denúncia sobre o descaso e o atraso da Prefeitura Municipal de Fortaleza em instalar os novos abrigos de ônibus.

Na matéria Fortaleza terá mais de mil abrigos de passageiros nas paradas [publicada pelo O POVO, em 21/6/2008] você poderá ler a notícia sobre a instalação de 1.000 novos abrigos em Fortaleza. Acontece que estamos em janeiro de 2010 e não vemos um sequer. [Lá se vai um ano e 7 meses desde que o “projeto” foi lançado.]

Veja só, como o trasporte público pode atrair usuários de carro particular com tamanho descaso? O usuário já aguenta sol e agora tem que se preparar para as chuvas.

Nas fotos você poderá ver dus paradas sem abrigo: a) na rua Tenente Jurandir, na Praça da Matriz, em Messejana; b) a parada na Av. do Imperador, entre as ruas Pedro I e Pedro Pereira, Centro.

Caro Plínio [publicando no blog], quem sabe a PMF nos dá uma resposta efetiva.»

Na Fortaleza, terra de ninguém é difícil obter-se respostas, mas quem sabe?

Recomendado para você