Plínio Bortolotti

Prefeita Luizianne Lins fala sobre estaleiro

Arte: Hélio Rôla

Arte: Hélio Rôla

O jornal O POVO em seu “Assunto da semana” abordou a possível construção de um estaleiro na Praia do Titanzinho, no Serviluz, tem que vem mobilizando debates na cidade. A tradicional enquete semanal do O POVO ouve seis pessoas sobre determinado assunto.

Veja as opiniões opostas de Adahil Fontenele [secretário da Infraestrutura do Estado do Ceará] e da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins:

Adail Fontenele

«Existe um ponto fundamental nessa discussão: o único lugar possível para a instalação do estaleiro é o Serviluz. A população será ouvida sobre esta decisão. Sua implantação gerará 6.200 empregos, sendo 1.200 para a população local, além de outros benefícios sociais, como a qualificação profissional. Não será necessário o deslocamento de nenhuma família da área e, também, será possível compatibilizá-lo com outras iniciativas urbanistas, considerando a existência do Porto e de outras indústrias instaladas ali há muitos anos. O transporte da matéria-prima será pelo mar, portanto, sem congestionamento de tráfego. A prática do surfe terá continuidade. Homens e mulheres, jovens e adultos ali residentes serão favorecidos.»

Luizianne Lins

«Além dos aspectos técnicos e ambientais que envolvem um estaleiro, já expostos pela comunidade acadêmica e científica, esse empreendimento comprometeria uma série de iniciativas da Prefeitura de Fortaleza que envolvem o litoral de maneira integrada. Ações que, inclusive, já estão em andamento à luz do Projeto Orla, como o Vila do Mar, a requalificação da Praia de Iracema e da Beira Mar, dentre outros. Além disso, propomos a criação de um parque marítimo na Praia Mansa, aberto à comunidade, que se integraria ao Titanzinho e ao Farol Velho do Mucuripe – que será requalificado -, bem como ao Aldeia da Praia, projeto de requalificação urbana do Serviluz que está em fase de captação de recursos. Ou seja, um estaleiro no local iria contra as nossas perspectivas de desenvolver a região aproveitando seu potencial turístico e belezas naturais.»

Veja a opinião das demais pessoas ouvidas.

Recomendado para você