Plínio Bortolotti

Nelson Martins diz que seria um opositor mais “compreensivo”

506 1

O deputado Nelson Martins [PT] líder do governo na Assembléia Legislativa, esteve hoje falando com a 7ª  turma de Novos Talentos O POVO. Na quarta-feira será a vez do deputado oposicionista Heitor Férrer [PDT]

O deputado fez um balanço da atuação do governo Cid Gomes [PSB] nas áreas de saúde, educação, infraestrura e segurança. Quanto a esta última lamentou que, apesar de do  investimento feito nos últimos dois anos, que deve chegar a R$ 500 milhões até o fim do ano, os índices de violência tenham aumentado. Ele atribuíu ao fato aos “vários fatores” envolvidos no problema, mas disse que todos são objeto de preocupação do governo.

Nelson diz que se sente a vontade sendo líder do governo, mesmo tendo atuado na oposição em praticamente toda a sua vida política. Ele diz que o governo põe em prática um projeto que teve a participação do PT em sua definição.

À pergunta que, se tivesse de novamente ir para a oposição, teria a mesma forma de agir anterior, ele respondeu de modo peremptório:

“Eu não faria mais oposição como fiz antigamente. Agora eu sei os problemas que se tem para governar; seria mais compreensivo com as dificuldades [de governo]”.

Ele foi questionado pelos estudantes sobre a divergência com a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, sua colega do partido, quanto à instalação do estaleiro na Praia do Titanzinho. A prefeita é contra a localização no bairro Seviluz,  o governador defende a obra  no local.  Nelson diz que não vê problema em defender a posição do governo, pois essa “não é uma questão programática”.

Ao fim do encontro, perguntei-lhe por que ele defendeu a consulta sobre o local do estaleiro apenas entre os moradores do Serviluz. Ele diz não ver problema em estender a consulta a toda a cidade, o que teria de ser feito pelo TRE [Tribunal Regional Eleitoral].

Recomendado para você