Plínio Bortolotti

Cai procura por cursos de Jornalismo nas faculdades de São Paulo

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) acabando com a exigência do diploma de Jornalismo para exercer a profissão fez agravar a queda pela  procura do  curso nas faculdades paulistas.

Segundo matéria publicada na edição de hoje [3/5/2010] no jornal O Estado de S. Paulo, as grandes faculdades de Jonralismo já vinham perdendo alunos nos últimos anos. A decisão do STF foi tomada no ano passado.

O curso da Universidade de São Paulo (USP) perdeu 250 candidatos de 2009 para 2010. A relação candidato/vaga caiu de 36,6 para 32,4. Na Faculdade Cásper Líbero, o número de concorrentes por vaga baixou de 13,28 para 11,26. A queda média de 2 pontos porcentuais também ocorreu nos cursos da Unesp (Universidade Estadual Paulista) e PUC (Pontifícia Universidade Católica). Na Metodista, mesmo a faculdade tendo reduzido suas vagas de 240 para 160, a concorrência caiu quase pela metade.

Em contrapartida, a ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) , uma das principais faculdades de Publicidade do País, vai oferecer 50 vagas na primeira turma de Jornalismo no próximo vestibular. A ESPM terá um curso voltado para as mídias digitais e com enfoque no jornalismo corporativo. [Informações do jornal O Estado de S. Paulo]

Recomendado para você