Plínio Bortolotti

Carta aberta pede mais atenção à memória e ao patrimônio cultural do Ceará

Do professor Platini Fernandes, recebi e-mail [reproduzido abaixo] informando que no dia 17 de janeiro (próxima segunda-feira) será entregue ao secretário de Cultura do Ceará, professor Francisco Pinheiro, uma carta aberta, pedindo mais atenção à memória e ao patrimônio cultural do Estado.

Os signatários do documento também pretendem marcar audiência com o governador Cid Gomes (PSB) para falar sobre o assunto.

Carta aberta

«Caro Plínio Bortolotti

Sou o professor Platini Fernandes, coordenador do Curso de Museologia da Universidade Federal de Goiás, cearense de nascimento, e comprometido com as causas da memória e do patrimônio cultural brasileiro, em especial no Ceará.
Gostaríamos de contar com seu apoio na divulgação desta movimentação dos profissionais, pesquisadores e defensores da memória e do patrimônio cultural no Estado.

Um grupo de professores, profissionais de museus, pesquisadores da memória e do patrimônio cultural, entre outros profissionais e interessados, elaboraram um documento destinado ao governador apresentando a situação das políticas e da gestão cultural no Ceará, propondo mudanças que visam a profissionalização e o desenvolvimento da área, o cuidado no trato com o patrimônio e com as comunidades, e a melhoria das condições dos profissionais de museus, arquivos e bibliotecas.

A entrega oficial da carta será realizada na presença do Secretário da Cultura no dia 17 de janeiro, nas comemorações do “Dia do Ceará”, no Museu Sacro São José de Ribamar [Aquiraz].»

Veja a carta na íntegra.

Recomendado para você