Plínio Bortolotti

No barulho, Hélio Rôla pensa sobre o silêncio

Do artista plástico Hélio Rôla, que contempla o mundo da Lagoa Redonda, clamando por silêncio, recebi texto e arte.

Emprenhados pelos ouvidos

Se já não há silêncio em casa, no vizinho, na rua, na praça, na escola, no canil, no hospital, na UTI, no trabalho, no carro, no bar, no carnaval…no bordel… no céu cheio de aviões, na cidade dotada de lixo, no país inteiro que se desmata, nos parlamentos ideologicamente ruidosos e no mundo suicida ao largo… onde é mesmo que iremos encontrar um lugar de fato silencioso que nos deixe deveras pensar? Silêncio, logo penso?

Saudações da pARTE do Hélio Rôla
rolanet.blogspot.com
www.twitter.com/rolanet
http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/6283

Recomendado para você