Plínio Bortolotti

Universidade do Colorado fecha escola de Jornalismo e abre polêmica sobre a necessidade do ensino da matéria

429 1

Reproduzido na íntegra do Blog Jornalismo das Américas, do Centro Knight para Jornalismo das Américas. No post original há links para assuntos correlatos (em inglês).

Universidade do Colorado, nos EUA, decide fechar sua escola de jornalismo

Pela primeira vez em sua história, a Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, fechará uma de seus escolas, a de jornalismo, que deixará de existir no dia 30 de junho, informou o Boulder Daily Camera. A decisão levantou uma discussão sobre a necessidade de uma formação universitária específica para os profissionais de imprensa.

No dia 14 de abril, a diretoria da universidade decidiu, em votação, fechar a Escola de Jornalismo e Comunicação Social. Assim, os alunos que desejarem estudar jornalismo o farão como uma escolha secundária, por meio do programa batizado de “Jornalismo Plus”. Por enquanto, o jornalismo e seus professores farão parte da Escola de Pós-Graduação.

Os diretores que votaram contra o fechamento escreveram uma carta aberta, na qual afirmam que a escola de jornalismo não será substituída por uma de informação, comunicação e tecnologia.

A regional do Colorado da Sociedade de Jornalistas Profissionais (SPJ, na sigla em inglês) expressou sua decepção em um comunicado. “Nossa posição é a de que as autoridades universitárias devem reafirmar seu compromisso de ensinar os elementos básicos do jornalismo, da fotografia e da narração de histórias”, disse a presidente da SPJ-Colorado, Cara DeGette. “A necessidade de uma imprensa vibrante e vigilante nunca foi maior do que hoje. Enquanto os programas de jornalismo mudam por causa dos novos métodos de divulgação, do online e de novas tecnologias, é fundamental que eles continuem enfatizando as habilidades jornalísticas e os padrões éticos”.

Em texto intitulado “Quem precisa de uma escola de jornalismo?”, escrito depois de a Universidade de Northwestern mudar o nome de sua escola de jornalismo, Mark Oppenheimer argumentou: “Estou predisposto a não pensar muito sobre escolas de jornalismo. No entanto, […] acredito que muitas escolas de jornalismo oferecem excelente formação a muitos estudantes. Geralmente aconselho meus próprios alunos a não se candidatarem a escolas de jornalismo, [..] porque a formação que teriam no trabalho seria mais útil. Mas não acredito que seja uma má idéia estudar em uma escola de jornalismo, para muitos estudantes isso pode, na verdade, ser uma grande idéia”.

Já para o colunista do Denver Post Ed Quillen, o fechamento da escola de jornalismo de Colorado é acertado, já que o orçamento estatal está apertado. “Qualquer pessoa educada e razoavelmente curiosa pode dominar os grandes mistérios do jornalismo em uns poucos meses”, escreveu. (Por Summer Harlow/AP)

Recomendado para você