Plínio Bortolotti

“Bricolagens visuais da vida em comunidade”, no Percursos Urbanos

O projeto percursos Urbananos deste sábado (21/5/2011) leva a conhecer a produção de vídeos populares, a partir da atuação das CEBs (Comunidades Eclesiais de Base) em Fortaleza na década de 1990, que marcou um período da história do cotidiano da vida comunitária na periferia.

Hoje, o Instituto Lamparina, reunindo parceiros do terceiro setor, volta a produzir vídeos com foco no segmento popular, aproveitando uma tecnologia desenvolvida pelo Instituto Nosso Chão, que após 13 anos de atuação foi desativado em 2004, com produção de mais de 40 vídeos.

Experiência iniciada em 2010, o Instituto Lamparina orienta sua produção com foco na cultura e em ideias voltadas para a sustentabilidade humana e planetária, numa visão altermundista. A sua última produção, chamada “Bricolagens da vida”, percorre a trajetória que vai do universo indígena atual ao dia a dia do catador de lixo. [Do comunicado dos organizadores]

Trajeto

Percursos Urbanos é um projeto da ONG Mediação de Saberes. Funciona da seguinte maneira. Os particiantes se reúnem para ouvir uma introdução feita pelo mediador e, depois, em um ônibus, são percorridos os principais lugares em que as atividades citadas se desenvolvem.

Bricolagens visuais da vida em comunidade
Mediador: Elizeu de Sousa, jornalista, especialista em Teorias da Comunicação e da Imagem (UFC), ex-coordenador executivo do Instituto Nosso Chão e coordenador do Instituto Lamparina.
Participantes: Interessados em geral, mediante inscrição prévia.
Ponto de saída: Centro Cultural Banco do Nordeste (Centro de Fortaleza).
Inscrições: A partir de 17/05, na recepção do CCBNB.
Telefone:3464 3108.
Mais sobre o Percursos.

Recomendado para você