Plínio Bortolotti

Veveu arruda e os três verbos da governança de Sobral

A partir da esquerda: eu, professora Eloísa Vidal, Luciana Dummar e Veveu Arruda

O prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda – Veveu (PT) visitou hoje O POVO. Ele foi recebido pela presidente do Grupo de Comunicação O POVO, jornalista Luciana Dummar. Acompanhamos a conversa eu e a professora Eloísa Vidal (FDR).

Vice-prefeito até janeiro deste ano, Veveu tomou posse como prefeito depois que o titular,  Leônidas Cristino (PSB), aceitou o convite para assumir o cargo de ministro-chefe da Secretaria Especial de Portos da Presidência da República.

Agenda

Veveu diz que procura governar Sobral de modo a conciliar os diversos interesses da cidade, pois, diz ele “mesmo nas divergências é possível encontrar uma agenda comum mínima”.

Ele diz que faz frequentes reuniões com os vários setores sociais, nos próprios locais onde as pessoas vivem e trabalham: em comunidades, ONGs, sindicatos e entidades empresariais. Para ele “é possível, independentemente do tamanho da cidade, construir uma agenda pública”.

Verbos

O prefeito de Sobral diz governar conjugando três verbos: Manter (as políticas públicas implantadas por seus antecessores), Aperfeiçoar (melhorar o que já existe e corrigir possíveis erros), Inovar (implementando novas ideiais e novos projetos).

Uma das tarefas à qual está dedicando o seu tempo, segundo informou, é o trabalho com as cidades vizinhas, da região Norte, da qual Sobral é o polo. O objetivo é criar uma “rede de cidades” para “pensar e atuar” regionalmente sobre um modelo de desenvolvimento que beneficie as cidades e suas populações.

Recomendado para você