Plínio Bortolotti

Termelétrica do Pecém começa a funcionar este ano, diz presidente da empresa

810 1

De frente: Carlos Eduardo Gonzalez Baldi, à esquerda: Mauro Costa e Conceição Rodrigues; eu à direita (clique para ampliar)

Carlos Eduardo Gonzales Baldi, presidente da Energia Pecém (empresa formada pela MPX e EDP) visitou hoje O POVO.

A empresa é responsável pela construção de uma usina termelétrica no Complexo Portuário do Pecém. Ele estava acompanhado da assessora de Comunicação, Conceição Rodrigues e de Mauro Costa (AD2m Engenharia de Comunicação)

Meio ambiente

O presidente informou que nos dia 9/6 haverá uma “visita guiada” para jornalistas na usina, quando diretores das duas empresas (MPX e EDP) estarão à disposição para explicar o funcionamento da usina.

Segundo Carlos Eduardo, todos os cuidados para evitar danos ao meio ambiente foram tomados pelo empreendimento, sendo que 30% do investimento foi utilizado para a compra de equipamentos para a minimização de emissão de gases poluentes.

Carvão mineral

A usina, movida a carvão mineral, deverá entrar em funcionamento ainda este ano. Terá potência instalada de 720 megawatts e capacidade máxima de geração de energia de 5.500 gigawatts-hora. A energia será suficiente para abastecer uma cidade com cerca de 5,6 milhões de habitantes, representando de 70% da energia consumida no Ceará,

Carlos Eduardo diz que os níveis de emissão ficarão 1/3 abaixo do que é estabelecido pela legislação brasileira, nos mesmos padrões exigidos na Europa.

Recomendado para você