Plínio Bortolotti

Rebekah Brooks recebeu US$ 5,6 milhões ao sair do News of the World, segundo a Pro Publica

A Pro Pública (agência de notícias americana sem fins lucrativos) fez o levantamento estatístico das consequencias das escutas ilegais de telefones, promovidas pelo News of the World, o tabloide de Rupert Murdoch, fechado depois que o escândalo foi revelado. Rebekah Brooks (ex-editora do jornal), por exemplo, recebeu 5,6 milhões de dólares no seu acordo de demissão.

Veja alguns números

Número de pessoas que foram presas no inquérito em curso: 10.
Número de pessoas que se demitiu por causa do escândalo : 7 (incluindo quatro executivos do jornal e dois oficiais da Scotland Yard)
Valor estimado que Rebekah Brooks (ex-editora do News of th World) teria recebido no pacote de demissão : 3,5 milhões de libras (equivalente a 5,6 milhões de dólares ou cerca de R$ 10,6 milhões).
Número de de policias Scotland Yard  que costumava trabalhar para a News of the World: 10.
Número estimado de pessoas que tiveram os seus telefones grampeados ilegalmente: cerca de 4.000.
Número de vítimas que já foram notificadas que seus telefones estavam grampeados: 170.
Valor que o News of the World teria pago, até agora, para encerrar os processos de pessoas que sofreram as escutais ilegais: pelo menos 2 milhões de libras (3,2 milhões de dólares). O acordo prevê confidencialidade.
A quantidade de dinheiro que a News of the World supostamente ousou para subornar oficiais da Scotland Yard :  100,000 mil libras (161,130 mil dólares), pagos para até a cinco oficiais.
Número de pessoas trabalhando no News of the World quando foi fechada: 200.

Veja todos os números no Pro Publica.

Recomendado para você