Plínio Bortolotti

Diário de Natal deixa de circular em versão impressa

380 1

A direção dos Diários Associados emitiu nota oficial anunciando o fim da edição impressa do Diário de Natal (RN). A última edição impressa circulou na terça-feira (2/10/2012).

Criado em 1939, o jornal faz parte daquela que foi a mais poderosa rede de comunicação no Brasil, fundada por Assis Cheteuabriand. Entre os anos 1940 e 1960, a rede Diários Associados chegou a ter mais de 100 jornais, além de rádios e TVs – era uma espécie de Rede Globo da época.

Segundo o portal Comunique-se, com o fim da edição impressa do Diário de Natal, profissionais da gráfica e da redação foram demitidos.

Veja o comunicado da direção dos Diários Associados.

Comunicado

O Jornal Diário de Natal, a partir desta data, deixa de circular em sua versão impressa. De acordo com o programa de reestruturação das nossas atividades empresariais no Rio Grande do Norte, vamos priorizar e ampliar a nossa versão eletrônica. Nesse sentido, estamos dando mais ênfase à internet e também às rádios.

Tal decisão, aliás, se enquadra na tendência, de amplitude internacional, de se alargar, cada vez mais, as opções eletrônicas, graças aos formidáveis avanços tecnológicos. Aproveitamos a oportunidade para agradecer aos nossos colaboradores, aos parceiros e ao povo potiguar pela atenção que têm dispensado aos nossos veículos, ao longo de muitos anos.

Natal, 02 de outubro de 2012.

Diários e Emissoras Associados

Recomendado para você