Plínio Bortolotti

Um bilionário que aposta nos jornais impressos

Para comemorar os 15 anos do Observatório da Imprensa na TV, o jornalista Alberto Dines vai apresentar várias entrevistas com os mais influentes donos de jornais no Brasil.

A série será aberta com um estrangeiro: Warren Buffett, o bilionário investidor americano, que está comprando vários jornais regionais nos Estados Unidos.

Veja como Lucas Mendes, que acompanhou Dines na conversa, conta os bastidores da entrevista em sua coluna no portal da BBC Brasil. Ele conta um pouco da história de Buffet  e diz por que ele está investindo em jornais impressos, quando todo mundo diz que é um negócio em extinção.

ORÁCULOS EM OMAHA
Lucas Mendes

“Por favor, fale alguma coisa para testar o som.”

“One million, two million, three million (um milhão, dois milhões, três milhões)…”

Warren Buffett tem jeito de menino levado. Modesto. Poderia ter contado em “billions”, “one billion, two billion…”. A fortuna dele, terceira maior do mundo, é de US$ 45 bilhões. Fui apresentado ao oráculo dos investimentos pelo oráculo do jornalismo brasileiro, Alberto Dines, que foi entrevistá-lo em Omaha.

Dines conseguiu esta difícil entrevista com o menino levado de 82 anos e em pleno vigor mental e físico, graças a outro bilionário, o brasileiro Jorge Paulo Lemann, dono de várias empresas e sócio de Buffett no ketchup Heinz. Dines não só conheceu Jorge Lemann há 50 anos, como o demitiu do Jornal do Brasil, na época áurea do jornal mais inovador do Brasil.

Continue lendo na BBC Brasil.

Recomendado para você