Plínio Bortolotti

Agências de jornalismo sem fins lucrativos

Guilherme Alpendre, diretor-executivo da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) organizou uma lista com links para as principais organizações de jornalismo digital de interesse público e sem fins lucrativos.

A relação foi divulgada originalmente na lista da Abraji, coordenada por Guilherme, e pela qual ele faz transitar com frequência assuntos relevantes para o jornalismo e para os jornalistas.

As agências mais conhecidas

Estados Unidos
ProPublica: http://www.propublica.org
The Center for Public Integrity: http://www.publicintegrity.org
The Texas Tribune: http://www.texastribune.org

El Salvador
El Faro: www.elfaro.net

Chile
Ciper: http://ciperchile.cl

Argentina
El Puerco Espín: http://www.elpuercoespin.com.ar

México
Animal Político: http://www.animalpolitico.com

Nicarágua
Confidencial: http://www.confidencial.com.ni

Peru
IDL Reporteros: http://idl-reporteros.pe

Colômbia
La  Silla Vacía: http://www.lasillavacia.com/

Guatemala
Plazza Pública: http://www.plazapublica.com.gt/

Chile
The Clinic: http://www.theclinic.cl/

Brasil
Agência Pública: http://www.apublica.org

Rádios e universidades

Nas emissoras públicas americanas, como a PBS, há programas com finciamento independente. Este, por exemplo, de documentários,  o Frontline: http://www.pbs.org/wgbh/pages/frontline

A rádio pública dos Estados Unidos também é muito boa. Aqui a NPR, National Public Radio: http://www.npr.org

A exemplo da PBS, também na NPR, os programas conseguem se organizar para ter financiamento externo. Destaque para MarketPlace: http://www.marketplace.org.

Alguns sites ligados a universidades cobrem o que está na vanguarda do jornalismo global. É o caso do Nieman Lab (http://www.niemanlab.org), do Poynter (http://www.poynter.org) e do Centro Knight para Jornalismo nas Américas (https://knightcenter.utexas.edu/pt-br).

Recomendado para você