Plínio Bortolotti

Dicionário do Nordeste traz 10 mil verbetes de palavras e expressões regionais

Dicionário do NordesteJá contei por aqui como conheci Fred Navarro e o seu Dicionário do Nordeste. O fato é que ele acabou de lançar a 2ª edição da obra de sua vida, um livro que “para em pé”, como diria Rachel de Queiroz. Não somente pelo seu volume físico, 710 páginas, mas principalmente pela riqueza de seu conteúdo.

Garimpo
A garimpagem para compor os mais de 10 mil verbetes do dicionário custou a Fred Navarro 21 anos de trabalho meticuloso: “A busca incansável dos termos, a checagem sem trégua, a conferência e o cruzamento das informações, a seleção das citações, o histórico das fontes, a redação dos verbetes, a análise de acepções distintas para um único termo ou locução e até mesmo a desmistificação de certas lendas populares, mas enganosas, que envolvem termos ou expressões”. Para tanto, ele consultou centenas de livros, discos e filmes.

Verbetes
Portanto, o trabalho de Fred transita em altitude muito acima dos volumes de compilação de palavras e expressões que costumam ser vendidos para turistas. As informações contidas em cada verbete revelam o pesquisador cuidadoso, que preparou uma obra que pode ser manuseado por um leitor curioso por conhecer o linguajar nordestino, como pode ser útil para um acadêmico, que pretenda aprofundar-se no assunto. Vejamos um verbete:

baitolagem \o ou ô\  s.f.  N.E.  Afetação, bichice, frangagem, frescurite.  “O homem nasce sem maldade / em parte nenhuma do corpo. / O homem é lobo do homem. / Isso explica a viadagem congênita / e a baitolagem adquirida.” Holliday foi muito, Falcão / Tarcísio Matos.

Os abonadores, no caso, foram o marmotoso Falcão e bonequeiro Tarcísio Matos, dois cabras cearenses, entendidos do assunto, como também são especialistas na moda chapéu de touro.

Crítica
O trabalho de Fred já foi elogiado por personalidades tão díspares como o gramático Paquale Cipro Neto e o linguista Marcos Bagno. O prefácio desta nova edição ficou por conta de Evanildo Bechara, a quem todos os estudiosos da língua portuguesa prestam reverência. Os músicos Tom Zé e Antonio Nóbrega tamém comparecem com o carimbo de “aprove-se” para a obra.

Fred Navarro é um jornalista recifense mourejando em São Paulo.

>>> O livro foi editado pela Companhia Editora de Pernambuco – Cepe Editora, do governo de Pernambuco, e pode ser encontrado nas boas casas do ramo.

Recomendado para você