Política

Camilo volta a defender RC e se queixa de ausência de Lula em sua campanha

21 2
Camilo e Roberto Cláudio participaram de evento juntos nesta sexta (Foto: Aurélio Alves/Especial para O POVO)

Camilo e Roberto Cláudio participaram de evento juntos nesta sexta (Foto: Aurélio Alves/Especial para O POVO)

O governador Camilo Santana (PT) demonstrou nesta sexta-feira, 5, certo ressentimento com a ausência do ex-presidente Lula (PT) em sua campanha para o governo em 2014. Comentando passagem do petista em Fortaleza para lançar candidatura de Luizianne Lins (PT), Camilo lembrou que foi o “único candidato do PT que não teve uma gravação do presidente”.

“Ele, inclusive, nem veio na minha campanha pra governador. É bom lembrar disso. Eu fui o único candidato do PT que não teve nem uma gravação do presidente na minha eleição. Parte do PT não votou também na candidatura do Camilo”, disse, durante visita a obras do Instituto José Frota (IJF) 2 ao lado do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT).

“Bom senso”

O governador voltou a dizer que, na eleição deste ano, achava que o “mais sensato” seria o PT ter unido os partidos da base estadual em apoio à reeleição do prefeito. “Até porque o PDT tem sido um grande aliado, a nível federal, a nível estadual, mas infelizmente o bom senso não prevaleceu”, disse.

O governador disse que o assunto foi inclusive pauta em conversa entre ele e Lula durante a visita do ex-presidente. “Mas nada mais grave. A vida continua”, disse.

Candidatura do prefeito à reeleição foi confirmada nesta quinta-feira, 4, em convenção que contou com a presença da esposa de Camilo, Onélia Leite. Na ocasião, foi destacada parceria entre o gestor e o governo do Estado.

Recomendado para você