Política

Deputados cearenses seguem de folga até a próxima terça

174 2
AL tem tido dificuldade em atingir número mínimo de deputados para abertura das sessões (Foto: Divulgação)

AL tem tido dificuldade em atingir número mínimo de deputados para abertura das sessões (Foto: Divulgação)

Para o cearense que tem acordado cedo desde o início da semana, um lembrete nada alentador: enquanto você trabalha, deputados estaduais terão folga até a próxima terça-feira, 4. A primeira sessão desta semana, que deveria ter ocorrido nesta terça, foi suspensa para que os parlamentares se dediquem em campanhas eleitorais de todo o Estado.

O mesmo ocorrerá com todos os demais dias de trabalho da Casa até a sexta-feira. Apesar de responder apenas aos anseios e ambições políticas pessoais dos próprios deputados, a medida foi articulada pela Mesa Diretora da Casa após diversas sessões terem dificuldade em alcançar o número mínimo de deputados previsto na legislação.

Desde agosto, o número de sessões por semana da Assembleia caiu pela metade – de quatro para duas, o “recesso branco”. Mesmo assim, a dificuldade para abrir os trabalhos se manteve. Nos dias em que o trabalho começou, foram registradas até brigas e baixaria entre adversários políticos. O salário dos deputados, de R$ 23,5 mil, continua o mesmo.

O mais irônico é que a ausência tem causa justamente na ânsia de parlamentares em conquistarem mais uma vez o apoio popular. Da Assembleia, mais de dez deputados estaduais são candidatos nas eleições deste ano. Os demais, com quase nenhuma exceção, apoiam candidaturas de aliados no interior ou na Capital.

Importante destacar assiduidade na última semana de alguns deputados na tribuna da Assembleia, como Sérgio Aguiar (PDT), Renato Roseno (Psol), Dr. Santana (PT), Carlos Matos (PSDB), Ely Aguiar (PSDC), Evandro Leitão (PDT), Dra. Silvana (PMDB), Ferreira Aragão (PDT), entre outros.

Recomendado para você