Política

Em nome da unidade, PT divide comando em Fortaleza entre Deodato e Acrísio

Acrísio deve assumir no final de maio. Foto: Divulgação

A instância nacional do PT decidiu, na tarde desta quarta-feira, 3, que o mandato de dois anos do posto de presidente municipal da sigla em Fortaleza vai ser dividido entre os dois candidatos que concorreram no mês passado. Acrísio Sena vai assumir no primeiro ano, e Deodato Ramalho vai presidir na sequência.

A decisão do partido ocorreu depois de um acordo entre os candidatos após acusações do grupo da deputada federal Luizianne Lins de interferência do prefeito Roberto Cláudio (PDT) no processo interno do partido. A instância estadual havia mantido a vitória de Acrísio na decisão. O parlamentar obteve apenas três votos a mais que Deodato.

Ao Blog Política, o vereador Acrísio afirmou que “em nome da unidade do PT em Fortaleza, o acordo possibilita a unidade de ação para os desafios nos próximos dois anos”. Já Deodato avaliou a decisão como uma “boa alternativa para evitar uma divisão profunda” na legenda.

A expectativa é que o vereador Acrísio assuma a primeira metade do mandato no final de maio deste ano.

Veja a nota do PT Nacional:

Resolução sobre o PED Fortaleza Unidade do PT em Fortaleza

A Direção Executiva Nacional do PT, após ter analisado o Processo de eleicao direta do partido em Fortaleza, toma a seguinte decisao: 

Compreendendo a unificação de todas as forças políticas como diretriz estratégicas para o processo de organização e fortalecimento do PT nesta capital, a executiva Nacional homologou acordo realizado entre os candidatos e representantes de chapas, autorizando e determinando a realização de alternância na tarefa de presidir o partido no próximo período; com o candidato Acrísio Sena devendo ser empossado para iniciar o mandato em sua primeira metade, sendo sucedido pelo candidato Deodato Ramalho , para cumprir a segunda metade.

Brasília, 3 de maio de 2017 Direção Executiva Nacional do PT

Recomendado para você