Política

Sobe o número de deputados cearenses que votarão contra Temer na denúncia da PGR

39 6

Deputados devem votar a denúncia contra Temer no dia 2 de agosto. Foto: Divulgação

Atualizado às 16h40 de terça-feira, 18

Três deputados cearenses, que estavam indecisos em relação à denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer (PMDB) por corrupção passiva, anunciaram definitivamente suas posições.

Os deputados federais Cabo Sabino (PR) e Ronaldo Martins (PRB), ambos dos partidos da base aliada do Palácio do Planalto, se posicionaram a favor da aceitação da denúncia do procurador Rodrigo Janot. Ronaldo deve conversar com dirigentes da sigla para evitar retaliações, já que a legenda fechou questão a favor do governo.

Por outro lado, o deputado Paulo Henrique Lustosa (PP) anunciou que deverá seguir orientação do partido que fechou questão a favor do governo, ou seja, pela rejeição da denúncia.

Com o anúncio dos deputados, que estavam indecisos, o número de parlamentares cearenses que votarão contra o presidente subiu de 9 para 11 — o que representa metade dos deputados que representam o Ceará na Câmara. Os que votarão favoráveis ao presidente também subiu de 6 para 7.

Embora o PP tenha definido posição para a votação que deverá ser realizada em plenário no dia 2 de agosto, o deputado Macedo (PP) ainda segue sem definição. Assim como Adail Carneiro (PP), que não tem se comunicado com a imprensa por razões médicas.

Apesar do desgaste político, os deputados Aníbal Gomes (PMDB), Gorete Pereira (PR), Vaidon Oliveira (DEM), Genecias Noronha (SD), Danilo Forte (PSB) e Domingos Neto (PSD) já haviam anunciado que votarão contra a denúncia do procurador Janot.

Empate

Embora o apoio dos cearenses à denúncia seja maior no momento, existe a possibilidade de empate. Os três deputados que ainda aparecem como “indecisos” possuem tendência a votar com o presidente Michel Temer.

Apesar do discurso de cautela de Raimundo Gomes de Matos (PSDB), O POVO apurou que o deputado deve votar contra a denúncia, assim como o deputado Moses Rodrigues, que é do PMDB. Macedo e Adail Carneiro devem seguir posição do PP, que obrigou regimentalmente seus filiados a votar pela rejeição da denúncia.

Placar geral da votação no Ceará

A favor da abertura

André Figueiredo (PDT)
Chico Lopes (PCdoB)
Ariosto Holanda (PDT)
Leônidas Cristino (PDT)
Vitor Valim (PMDB)
José Airton Cirilo (PT)
Luizianne Lins (PT)
José Guimarães (PT)
Odorico Monteiro (PSB)
Cabo Sabino (PR)
Ronaldo Martins (PRB)

Contra a abertura

Aníbal Gomes (PMDB)
Gorete Pereira (PR)
Vaidon Oliveira (DEM)
Genecias Noronha (SD)
Danilo Forte (PSB)
Domingos Neto (PSD)
Paulo Henrique Lustosa (PP)

Sem posição definida

Raimundo Gomes de Matos (PSDB)
Macedo (PP)
Moses Rodrigues (PMDB)

Não houve contato

Adail Carneiro (PP) – Afastado das funções parlamentares por problemas de saúde. Deve retornar após o fim do recesso em agosto.

Recomendado para você