Política

PSB pede ao STF que dê abono a eleitores que não fizeram biometria; Lia Gomes pode ser beneficiada

Lia Gomes PDT

Lia Gomes pode ser beneficiada com decisão do STF (Foto: Mauri Melo / O POVO)

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu do Partido Socialista Brasileiro (PSB) pedido para que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de abono para eleitores que tiveram o título cancelado por não realizarem cadastro biométrico no tempo devido.

Uma decisão favorável poderia beneficiar a candidata a deputada estadual no Ceará, Lia Ferreira Gomes (PDT), que teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) por esse motivo. Como não está quite com as obrigações eleitorais, a candidatura da pedetista está sub júdice.

Ao O POVO, ontem, Lia Gomes afirmou que espera decisão definitiva do TRE-CE para realizar apelo ao TSE com intuito de disputar as eleições pela primeira vez. Lia se disse “otimista”, uma vez que a tese de sua defesa é que existe “série de erros” no processo, pois o prazo para realizar a biometria no seu domicílio eleitoral foi encerrado antes do prazo.

Mais de 5,5 milhões de eleitores em todo o País não realizaram o cadastramento biométrico e tiveram os títulos cancelados.

A relatoria do caso está a cargo do ministro Celso de Mello.

Os advogados do PSB afirmam que a decisão precisa ser urgente devido à proximidade com o pleito. “As eleições estão muito próximas e, caso a eficácia das normas e exegeses atacadas não seja suspensa, contingente expressivo de eleitores terá suprimida sua capacidade escolher representantes e contribuir na definição dos rumos políticos do País”.

Recomendado para você