Política

Oposição a Camilo encolheu de 16 para 6 deputados; veja quem são

Deputados de oposição na AL (Foto: Divulgação)

Heitor Férrer, Capitão Wagner e Renato Roseno atuam na oposição a Camilo (Foto: Divulgação)

Após seguidas debandadas de partidos para a base aliada, oposição ao governo Camilo Santana (PT) na Assembleia encolheu de 16 deputados para apenas seis nos últimos anos – queda de quase dois terços de todos os opositores.

Atualmente, apenas seis deputados assumem abertamente fazer oposição ao governo: Capitão Wagner (Pros), Carlos Matos (PSDB), Ely Aguiar (PSDC) e Fernanda Pessoa (PSDB) pela centro-direita, Heitor Férrer (SD) pelo centro e Renato Roseno (Psol) pela esquerda.

Principal motivo do “derretimento” da oposição foi a reaproximação entre Camilo e o senador Eunício Oliveira, líder do MDB no Ceará. Foco dos mais ativos da oposição na primeira metade do mandato, bloco emedebista elegeu seis deputados com discurso opositor em 2014.

Alguns desses nomes, como Audic Mota (hoje no PSB) e Danniel Oliveira, eram das principais “pedras no sapato” de Camilo e hoje atuam na defesa do governo. João Jaime (DEM), que chegou a articular “bloquinho” de oposição, abandonou o grupo diante da pouca mobilização.

Já Roberto Mesquita, um dos parlamentares mais próximos de Eunício Oliveira e críticos ao governo na eleição de 2014, assume hoje postura de “independência”. Na atuação, Mesquita ainda é crítico em temas como segurança e saúde, mas é mais moderado nos ataques.

 

Opositores até a primeira metade do governo Camilo:

Agenor Neto (MDB)

Audic Mota (PSB)

Capitão Wagner (Pros)

Carlomano Marques (MDB)

Carlos Matos (PSDB)

Danniel Oliveira (MDB)

Dra Silvana (PR)

Ely Aguiar (DC)

Fernanda Pessoa (PSDB)

Heitor Férrer (SD)

João Jaime (DEM)

Odilon Aguiar (PSD)

Renato Roseno (Psol)

Roberto Mesquita (Pros)

Tomaz Holanda (PPS)

Walter Cavalcante (MDB)

 

Oposição hoje de centro-direita

Capitão Wagner (Pros)

Carlos Matos  (PSDB)

Ely Aguiar (PSDC)

Fernanda Pessoa (PSDB)

Oposição hoje de Centro

Heitor Férrer (SD)

Oposição hoje de esquerda

Renato Roseno (Psol)

Recomendado para você