Política

“Métodos criminosos de Jair Bolsonaro são intoleráveis”, diz PT em nota

O Partido dos Trabalhadores se manifestou sobre reportagem do jornal Folha de S. Paulo, que denuncia financiamento ilegal de empresas para propagação de notícias fraudulentas via WhatsApp em prol da candidatura de Jair Bolsonaro (PSL).

“É uma ação coordenada para influir no processo eleitoral, que não pode ser ignorada pela Justiça Eleitoral nem ficar impune”, argumentou o partido em nota. E completou: “estamos tomando todas as medidas judiciais para que ele responda por seus crimes, dentre eles o uso de caixa 2, pois os gastos milionários com a indústria de mentiras não são declarados por sua campanha”.

LEIA TAMBÉM: “Não tenho controle se empresário faz isso”, diz Bolsonaro sobre WhatsApp

Para o partido do candidato à Presidência, Fernando Haddad (PT), os “métodos criminosos do deputado Jair Bolsonaro são intoleráveis na democracia. As instituições brasileiras têm a obrigação de agir em defesa da lisura do processo eleitoral”. O PT diz ainda que levará as denúncias a todas as instâncias do Brasil e do mundo.

Última pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira mostra Bolsonaro com 59% dos votos válidos contra 41% totalizados por Haddad. A eleição será no próximo dia 28.

Recomendado para você