Política

Camilo e Jungmann inauguram Centro Integrado de Segurança nesta sexta-feira em Fortaleza

1333 3

Eunício articulou a ação em conjunto com governadores do Nordeste. (Foto: Reprodução/YouTube)

O governador reeleito do Ceará, Camilo Santana (PT), e o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, inauguram nesta sexta-feira, 7, o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública do Nordeste. A estrutura reunirá profissionais de segurança dos nove estados da Região.

O anúncio da criação do equipamento foi feito em Brasília, na presença do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), e de Camilo, em marco deste ano. No período, o contexto era de conflitos entre facções.

Em janeiro deste ano, duas chacinas resultaram em 24 mortes, sendo 10 dentro da Cadeia Pública de Itapajé, no Interior; e outras 14 numa festa no bairro Cajazeiras, em Fortaleza, intitulada Forró do Gago.

No mês seguinte, Gegê e Paca, apontados como lideranças do Primeiro Comando da Capital (PCC), foram mortos em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Em 2017, conforme a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS),  foram 5.134 homicídios. Estes foram os maiores números desde 2013, quando o órgão mudou a metodologia de contagem dos crimes.

CONFIRA TAMBÉM: General Theophilo quer Senasp focada em delitos com inteligência, tecnologia e fiscalização

Como Bolsonaro interfere na política de Fortaleza com vistas às eleições 2020 – Podcast Jogo Político #18

A inauguração deste equipamento ocorre dia após duas pessoas morrerem e três ficarem feridas em confronto entre facções criminosas, no bairro Cidade 2000. O conflito aconteceu por volta das 12 horas desta quinta-feira, 6.

O órgão será de responsabilidade do futuro secretário nacional de Segurança Pública, General Theophilo, e vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, de Sérgio Moro.

A solenidade de inauguração será no Palácio Iracema, no Centro Administrativo Bárbara de Alencar, no bairro Edson Queiroz.

Primeiro equipamento

Conforme publicado pelo O POVO Online, a unidade será a primeira de cinco centros regionais que, conforme disse Jungmann, disporão de representantes das polícias do Nordeste, polícias Federal e Rodoviária Federal (PRF), da Agênia Brasileira de Inteligência (Abin) e da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Serão ligados ao Centro Nacional Integrado de Inteligência, Comando e Controle, situado em Brasília.

Recomendado para você