Política

Bolsonaro demite ministro da Educação e anuncia substituto

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou no Twitter a demissão do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodrigues. Para o lugar, Bolsonaro anunciou o Abraham Weintraub, professor universitário.

“Aproveito para agradecer ao Prof. Velez pelos serviços prestados”, escreveu Bolsonaro.

Ricardo Vélez, agora ex-ministro. (Foto: Marcello Casal Jr/Agencia Brasil)

Em pouco mais de três meses de governo, é o segundo ministro demitido. O primeiro foi Gustavo Bebianno.

A gestão de Vélez é afetada por polêmicas desde o segundo dia de governo. A  decisão de demitir o ministro chegou a ser noticiada pela jornalista Eliane Catanhêde, da Globonews, em 27 de março. Bolsonaro disse que era fake news.

“Sofro fake news diárias como esse caso da “demissão” do Ministro Velez. A mídia cria narrativas de que NÃO GOVERNO, SOU ATRAPALHADO, etc. Você sabe quem quer nos desgastar para se criar uma ação definitiva contra meu mandato no futuro. Nosso compromisso é com você, com o Brasil”, escreveu ele no Twitter.

Na ocasião, a jornalista anunciou na Globonews que a decisão estava tomada e ocorreria nos dias seguintes. Demorou 12 dias.

 

Recomendado para você