Política

Heitor Férrer pede para não ser confundido com bolsonarista Heitor Freire

Heitor Férrer reclamou de ter sido confundido com Heitor Freire (Foto: Divulgação)

Heitor Férrer reclamou de ter sido confundido com Heitor Freire (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Heitor Férrer (SD) foi à tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 14, pedir que a população não confunda o seu nome com o do presidente do PSL no Ceará, deputado federal Heitor Freire (PSL).

Em discurso na Casa, Férrer relatou “inúmeros casos” em que ele precisou esclarecer a diferença entre os dois nomes. “Tanto o Heitor Freire pode ser prejudicado por uma atitude política minha, quanto eu posso ser prejudicado por uma atitude política dele”, disse.

Deputado há vários mandatos, Férrer ficou conhecido como atuante na oposição a diversos governos, sobretudo durante a gestão Cid Gomes (PDT) no Estado, e pelo perfil “denunciador”. Foi Férrer, por exemplo, que denunciou itens de luxo em reformas do Palácio da Abolição.

Já Heitor Freire, que foi eleito deputado federal pela primeira vez em 2018, possui perfil mais conservador e é considerado o “braço direito” do presidente Jair Bolsonaro (PSL) no Ceará. Entre outras pautas, ele defende a reforma da Previdência.

“Por estar há mais tempo na vida pública, ao ouvir ‘Heitor’, tem sido muito natural que as pessoas associem o nome a mim. Eu peço esse cuidado, que as pessoas tenham atenção ao sobrenome”, diz Heitor Férrer.

Não é a primeira vez que a “confusão” entre os dois é levada à público. Em 2018, Férrer fez a mesma reclamação nas redes sociais, negando atuar na campanha de Jair Bolsonaro a presidente na eleição daquele ano.

Recomendado para você