Política

Ex-ministros da Ciência e Tecnologia divulgarão nota contra cortes de Bolsonaro

Articulação foi confirmada por Aloizio Mercadante, ex-titular da pasta no governo Dilma (Fotos: Fabio Lima/O POVO)

Ex-ministros da Ciência e Tecnologia de diversos governos brasileiros do pós-redemocratização devem divulgar, nos próximos dias, um documento se posicionando contra cortes no ensino superior anunciados pelo Ministério da Educação do governo Jair Bolsonaro (PSL).

A articulação foi revelada neste sábado por Aloizio Mercadante (PT), ex-titular da pasta entre 2011 e 2012 no 1º governo Dilma Rousseff. Em passagem por Fortaleza no fim de semana, Mercadante disse que o grupo apenas ajusta detalhes finais antes de lançar o documento.

“Estávamos apenas vendo com um deles, que está no exterior, mas em breve deve ser anunciado formalmente”, disse. Movimento semelhante já foi realizado por ex-ministros da Educação e ex-ministros do Meio Ambiente, que contestam política implementadas pelo novo governo.

Nas outras articulações nesse sentido, houve adesão de todos os ex-ministros ainda vivos dos governos Fernando Collor de Mello, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Recomendado para você