Política

Destaque de deputado cearense ainda pode abrandar regras para professores

2755 2

 

Deputado Idilvan Alencar protesto durante votação da Previdência (Foto: Divulgação)

De autoria do deputado federal Idilvan Alencar, do PDT, destaque ao texto principal da reforma da Previdência a ser votado hoje ainda pode abrandar as regras para professores.

A peça, de número 43, deve ser votada em sessão hoje destinada a apreciar cerca de 20 destaques.

Como se trata de uma emenda supressiva, segundo Idilvan, a base do governo é que tem de obter 308 votos para rejeitá-lo.

Logo após a aprovação da reforma ontem, os deputados derrotaram um destaque parecido que propunha a redução na idade mínima de docentes.

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) encerrou a sessão no meio da votação, que terminou com 265 votos favoráveis à emenda.

Maia reuniu-se hoje pela manhã com líderes partidários para negociar a aprovação e retirada de destaques.

Em entrevista ao Valor Econômico, o deputado disse que não existe acordo ainda com relação ao destaque do PDT que trata dos professores.

De acordo com ele, porém, “da forma como está construído o acordo, tem uma emenda aglutinativa que recupera quase toda a perda da possível vitória desse destaque se ela ocorrer”.

O demista acrescentou que, “com o que está projetado, a gente vai ficar mais ou menos com a economia do texto principal”.

A declaração embute uma possível aprovação do destaque do deputado Idilvan Alencar.