POPssauro

21 anos do álbum Spice das Spice Girls

845 3

Capa de spice das Spice Girls

É difícil de acreditar que há 20 anos atrás não existia Lady GaGa, Christina Aguilera, Pink ou Britney Spears no rádio ou na TV. Confira um post com a história do primeiro álbum das Spice Girls, chamado SPICE, que lançou as garotas apimentadas que conquistaram o mundo nos Anos 90.

Exceto o reino das divas de todos os tempos, entre elas Madonna, Whitney Houston e Mariah Carey, o cenário Pop naquela época era habitado por garotas mais roqueiras como Alanis Morissette e Courtney Love, e as artistas de R&B novas como TLC, Mary J. Blige e Aaliyah. Foi então que o criador do American Idol, Simon Fuller, mostrou que nossa vida podia ficar um pouco mais picante.

Tirando a Ásia, onde grupos de garotas são sempre sucesso, nenhum lugar do mundo apresenta tantas boas bandas de meninas como o Reino Unido (como mostra as Girls Aloud, Sugababes, The Saturdays e as novas Little Mix). Foi de onde as Spice Girls nasceram, com o primeiro álbum chamado Spice, uma mistura de música Pop comportada, com levada R&B e a força da GIRL POWER!

A Spicemania Mundial começou na época do Natal de 1996, quando Geri “Ginger Spice” Halliwell, Emma “Baby Spice” Bunton, Melanie “Sporty Spice” Chisolm, Melanie “Scary Spice” Brown and Victoria “Posh Spice” Beckham quebraram tudo na grade de videoclipes da MTV com o animado vídeo de “Wannabe”, que já era hit na Europa ainda no começo daquele ano.

Na Verdade, o lançamento de Wannabe foi um vazamento, mas, felizmente, muito proveitoso. Em 1996, antes mesmo que o single fosse lançado, Vincent Monsey, representante do canal “The Box” – concorrente da MTV no Reino Unido – descobriu as Spice Girls e decidiu transformar seu primeiro vídeo, Wannabe, em um furo de reportagem. Monsey exibiu o vídeo em sua emissora, causando um grande alarde.

Os comentários tomaram proporções tão gigantescas, que fez com que os telefones da The Box ficassem congestionados com o público querendo saber quem eram aquelas cinco garotas e implorando a reprise do vídeo, que passou a ser exibido 70 vezes por semana. Isso era só um aperitivo do que estaria por vir. Quer ver o porque? Curta o poder feminino de Wannabe no vídeo abaixo:

Em Fevereiro de 1997, “Wannabe” passou o hit de Toni Braxton “Un-Break My Heart”, subindo ao topo da Billboard Hot 100, e ficando por 4 semanas. Mas as Spice não eram um grupo de uma música só.

O álbum que foi lançado no dia 4 de Fevereiro, ainda continha singles poderosos como “Say You’ll Be There”, que ficou 30 semanas no topo dos charts britânicos e contou com um clipe super-divertido. Nos EUA, o single teve a melhor estreia do grupo na Billboard, chegando de cara no 5º lugar com mais de 500 mil cópias vendidas na América. Confira o clipe de Say You’ll Be There:

E nessa época, as rainhas inglesas já estava na trilha do sucesso. Geri, Emma, as duas Melanies e Victoria eram mais manufaturadas que Toyota. Elas estavam em todos os lugares possíveis. E isso impulsionou, todos os cinco single do álbum Spice. Incluindo a balada “2 become 1”.

A música conta que a ligação de duas pessoas através do sexo pode se tornar tão forte que eles praticamente se tornam uma só, sendo em parte auxiliadora ao sexo seguro na parte “Seja um pouco mais sábio, baby. Vista-a”, se referindo a camisinha.

Duas versões do single foram gravadas. Na versão do álbum Geri canta o segundo verso. Já na versão do single Victoria canta o mesmo verso, mas a letra é diferente.

As letras foram mudadas pela fato do grupo estar tendo grande adoração do público GLS e não queriam desagradá-los pela letra original cantar “Garotos e garotas ficam bem juntos”, sendo trocada por “O amor vai trazer-nos de volta juntos”. Confira “2 become 1” que também foi um enorme sucesso do grupo:

A música Pop no início dos anos 90 foi dominada pelo combo letal das Spice Girls e Backstreet Boys (que também quebraram as barreiras americanas) trazendo uma grande  surgimento de grupos parecidos como All Saints, B*Witched, N’sync e facilitou a entrada de um grupo feminino de R&B, chamado Destiny’s Child.

O sucesso de Spice foi tanto que o álbum vendeu mais de 7 milhões de cópias só nos EUA e mais de 23 milhões em todo o mundo, se tornando o álbum de maior venda nos Estados Unidos em 1997.

Naturalmente, o sucesso trilhou mais um álbum o Spice World, um filme divertido e muitos sucessos, algo que antecederia a saída do empresário Simon Fuller da Geri Halliwell, que saí quando elas iriam começar a turnê Norte-americana. Mas essa vai ser a história de outro post.

Agora, nós vamos celebrar os 15 anos desse álbum que trouxe músicas memoráveis e animadas. Com certeza, Ginger, Baby, Sporty, Scary e Posh serão lembradas por muito tempo, pelo sucesso imediato e pela mania que causou, num cenário onde não existia internet ou quando a globalização não tinha o poder de hoje. Parabéns, SPICE GIRLS!

Banner Jurassic Pop

Recomendado para você