POPssauro

O Pop Nacional de Sandy & Júnior

2307 1

Sandy E Junior Pop Nacional

Quando se pensa em Pop feito por Brasileiros para Brasileiros é difícil não pensar em Sandy & Júnior. A dupla dominou as paradas nas rádios e os programas de TV dos Anos 90 e aos meados dos Anos 2000. Confira a seguir alguns destaques da carreira Pop da dupla…

O casal de filhos de Xororó, da dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó, eram cheios de talento e carisma, bastou uma apresentação informal na TV para todo mundo querer mais e mais dos irmãos.

Sandy e Junior 1996

A dupla infantil começou no sertanejo cantando músicas que traziam identificação deles mesmos, eram crianças cantando músicas de crianças, o sucesso seria inevitável. Com o tempo, a dupla foi levada a fazer músicas mais dançantes e outras mais românticas, tudo para agradar ainda mais a massa no país.

O primeiro passo Pop dado pela dupla foi ainda em 1994 com o álbum “Pra Dançar Com Você”, com a dupla agora pré-adolescente, as músicas ficaram mais dançantes e perderam as características sertanejas. A primeira música de trabalho foi “Dance Dance Dance”, um Dance-Pop com a personalidade das crianças.

Diferente das bandas infantis que eram sensacionais no anos 80, como Balão Mágico e Trem da Alegria, Sandy e Júnior perduraram, eles cresciam, seu público também e sua música se desenvolvia com eles.

Em “Sonho Azul” de 1997, a dupla adolescente focava em temas do mundo teen, romance, novas experiências e diversão. Algo que foi registrado no primeiro álbum ao vivo, “Era Uma Vez”. Com músicas como “Beijo É Bom”, “Inesquecível”, “Eu Acho Que Pirei” e as inéditas “Em Cada Sonho”, versão do sucesso de Titanic, e “No Fundo Do Coração”, o auge do sucesso começava a ser trilhado.

A partir de 1998, cada álbum do grupo era um sucesso imediato, a imagem dos dois era presente na Televisão, mas não era exaustiva. Parecia que a ligação da dupla com o público era algo inabalável. Os próximos trabalhos podem ser considerados seus melhores êxitos: “As Quatro Estações”, “Sandy & Júnior” e “Identidade”.

Em “As Quatro Estações” de 1999, a dupla continuou com suas músicas românticas, sem esquecer o Pop mais dançante, os sucessos foram muitos “Imortal”, “Aprender A Amar”, “Olha O Que O Amor Me Faz”, “Príncipe Dos Mares”, além da faixa título. O álbum fez tanto sucesso que lançaram o show ao vivo, incluindo as regravações “A Lenda” e “Enrosca”.

Nessa época, a sede do público era tão grande que a dupla estrelou um seriado semanal na Rede Globo, além da novela Estrela Guia e muitas apresentações. Já em 2001, era hora de lançar um álbum homônimo, que chegou à marca de 1 milhão de cópias em três dias do lançamento, com sucessos como “O Amor Faz”, “Quando Você Passa”, “Cai A Chuva” e “Nada Por Acaso”.

Eles acertavam sempre, se quando adolescentes faziam músicas divertidas com games, agora era hora de mostrar a dança, eles flertaram com o Hip Hop em “A Gente Dá Certo”.

VEJA TAMBÉM: 10 Versões originais das músicas de Sandy & Júnior

Em 2002, o Brasil parecia pequeno para a dupla que começaram a trabalhar na carreira Internacional. Nos países latinos e alguns países europeus a dupla já era marcante, porém os países de língua inglesa, ainda precisavam ser impactados. O resultado foi o álbum “Internacional” com músicas em inglês e faixas bônus em espanhol, francês e português.

O álbum foi muito bem recebido pela crítica internacional, principalmente na Europa. O som bem produzido aliado às letras sentimentais e bem compostas foram o destaque. Mas o sucesso continuava no Brasil, o álbum internacional vendeu 700 mil cópias somente no nosso país, sem divulgação forte, já que a dupla estava no exterior.

Para compensar o sumiço dos dois, eles resolveram fazer um show no Maracanã para gravar o terceiro álbum ao vivo. O resultado foi um show-evento com 70 mil pessoas, eles foram os primeiros artistas a conseguirem lotar o estádio Maracanã.

Já em 2003, veio o divisor de águas para os irmãos, que agora se tornaram músicos e decidiram ter as rédeas de suas produções compondo suas próprias músicas. Em “Identidade”, os dois trouxeram suas próprias músicas e um estilo que estava entre uma linha tênue entre Pop e PopRock.

Sandy E Junior 1999

As baladas continuavam presentes e as músicas dançantes acabaram dando lugar a uptempos mais focadas na letra e conceito mais pessoal. Como era se esperar trouxe vários sucessos como “Encanto”,”Você Pra Sempre”, “Nada Vai me Sufocar” e “Desperdiçou”.

Quatro anos depois a dupla se desfazia, não por nenhum problema, mas sim porque o destino estava cumprido. E o Pop da dupla marcou o Brasil de forma única! Hoje o Pop nacional se limita a cantores sertanejos, Axé e Pop Rock, esperamos que bons cantores e produtores Pop retornem às paradas.

Jurassic Pop Banner

Recomendado para você