Blackout de Britney Spears completa 10 anos de lançamento

Um dos maiores álbuns da Música Pop foi criado pela Princesa do Pop em um ano que se tornou seu maior pesadelo. Relembre porque Blackout de Britney Spears já é um clássico…

Lançado no dia 25 de Outubro de 2007, Blackout marcou a era mais difícil da vida de Britney e podemos dizer que a música a salvou.

No álbum, Spears se rende a produtores visionários, incluindo Danja, Bloodshy & Avant, Sean Garrett e The Neptunes. Tudo para produzir um dos materiais mais consistentes de sua carreira.

O álbum foi gravado um ano antes do seu tormento com a mídia. A cantora Keri Hilson que compôs “Gimme More”, com Danja, contou que Spears foi bastante profissional durante as gravações. “Ela tinha dado a luz há 3 semanas e estava dando 120%. Não conheço outra mãe que conseguisse fazer aquilo”.

“Gimme More” foi escolhido como o primeiro single do álbum. A música marcou o início da Era Blackout, ainda sem o lançamento do álbum ou do clipe. No entanto, ela estava programada para ser a abertura do VMA, que aconteceu 6 de Setembro de 2007.

VEJA TAMBÉM: As Melhores Músicas Pop de 2007

Época que a cantora travava uma luta com seus problemas pessoais, que incluíam divórcio, as guardas dos filhos, drogas, rehab e a pressão da mídia. O resultado foi uma performance polêmica, com uma Britney Spears fora de forma, com um cabelo de apliques (ela tinha raspado o cabelo em Fevereiro daquele ano), dublando de forma errada e com movimentos inconsistentes.

Assista à performance polêmica de Gimme More no Video Music Awards da MTV de 2007:

Apesar disso, tudo mudou quando o single foi realmente lançado. O sucesso  foi grande, fazendo o single chegar ao 3º lugar da Hot 100 da Billboard, sem divulgação alguma, além do clipe  e da performance.

Infelizmente, com os problemas Britney não conseguiu dar vazão aos compromissos e ensaios e a divulgação do álbum se tornou inexistente. Durante a produção do clipe do segundo single, “Piece of Me”, ela já tinha muitos problemas para comparecer ao set de filmagem do clipe.

Por outro lado, o álbum se tornou um enorme sucesso de críticas, sendo avaliado como um triunfo. A BBC chamou de “uma obra-prima do Pop”. A revista Época citou que o trabalho tem uma qualidade desconcertante e que a música salvou a vida de Britney.

Os produtores conseguiram usar a voz de Britney de forma única. O álbum conseguiu reinventar a imagem desgastada da cantora e criar uma atmosfera não vista nos últimos anos do Pop.

“A dupla Bloodshy & Avant, autora do sucesso ‘Toxic”, volta com ‘Piece of Me’, uma provocação em que a cantora chama os paparazzi e jornalistas para a briga. É a melhor faixa do disco e um momento que evoca a fase em que Madonna atacava desafetos por meio de suas letras”. Época (15 de Novembro de 2007)

Por falar em Madonna teceu bastantes elogios à Blackout. A Rainha do Pop até se inspirou em “Piece of Me” para produzir “Revolver”, música do álbum Celebration de 2009.

Veja o clipe de “Piece of Me”, segundo single do álbum no player abaixo:

Após o lançamento do clipe de “Piece of Me”, a divulgação da Era Blackout foi praticamente cancelada. Sem mais performances, entrevistas ou programas especiais.

“Break The Ice” foi trabalhado somente como um clipe em forma de anime japonês. Relembrando o estilo de “Toxic”. Mesmo com a falta de divulgação o álbum ainda é visto como um dos melhores da carreira de Spears e um marco para o Pop. O que responde o motivo do álbum ter sido platina somente depois de cinco de seu lançamento.

VEJA: Depois de cinco anos de lançamento, Blackout de Britney Spears é Platina nos EUA

Confira o clipe com animação japonesa de “Break The Ice”, último single do álbum:

Várias músicas do álbum foram destaque na turnê do álbum seguinte de Britney, “Circus”. A chamada “The Circus Starring Britney Spears” de 2009 trazia “Piece of Me”, “Freakshow”, “Get Naked”, “Hot As Ice” “Ooh Ooh Baby” e “Radar”. Essa última ainda apareceu como bônus track do “Circus”, e sendo escolhido como o último single do álbum.

Escute o álbum “Blackout” de 2008 no Spotify:

Britney Spears sempre foi alvo de grande polêmicas, desde sua aparição ainda adolescente fazendo fotos sensuais, até seu surto de 2007. Mas é inegável que sua disposição para criar novos sons fez dela um produto único. E “Blackout” demostra essa sua capacidade de inovação.

Se a Fama levou sua vida ao fundo do poço em 2007, foi com o Pop que ela conseguiu ressurgir e seguir em frente. Realmente, a Música Pop salvou Britney Spears!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *