Praticando Saúde

Hospital disponibiliza posto de coleta para estimular doações de leite materno

A solidariedade entre mães pode ajudar a salvar muitas vidas de bebês prematuros ou com quadros de saúde graves que estão internados em UTIs neonatais

 A primeira semana de agosto é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a Semana Mundial do Aleitamento Materno. O leite materno é fonte importante para o desenvolvimento das crianças nos primeiros meses de vida e, segundo o Ministério da Saúde, pode auxiliar na redução da mortalidade infantil, entretanto,  algumas mulheres podem apresentar dificuldade  para amamentar.

Em Fortaleza, é possível encontrar posto de coleta de leite humano no Hospital Regional Unimed. O local conta com profissionais especializados para auxiliar no processo de doação e equipe de aconselhamento clínico. A pasteurização do leite doado é realizada em parceria com o Banco de Leite da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac). Após esse processo, o leite é destinado às mulheres que não podem amamentar seus bebês.

Como doar?

O leite materno pode ser doado várias vezes pela mesma mulher. Quando maior for o estímulo da mama, maior será a produção. O único requisito para doar é que a mãe esteja saudável. Com isso, basta ir até o posto de coleta, situado no 6º andar do hospital, e realizar a doação. O atendimento no Posto acontece no horário das 7h às 18h. Se preferir, a mãe também pode realizar a coleta em casa, armazenando o leite em um recipiente de vidro, com tampa de plástico, como os de maionese ou de café solúvel, previamente fervido por no mínimo 20 minutos. O leite coletado em casa deve ser armazenado por no máximo 12 horas na geladeira ou 15 dias no congelador. O Posto de Coleta envia um transporte para buscar o leite materno na casa da doadora.