Radar do Comércio

Dançar: atividade esportiva com gostinho artístico

3.80.60.248 /radardocomercio/2018/04/23/danca-atividade-esportiva/
229 Seja o primeiro a comentar

Para além de uma atividade física, a prática oferece uma série de benefícios psicológicos que devem ser considerados pelos interessados

foto: Sobima/pixabay

Quem dança seus males espanta. Em adaptação livre a um conhecido ditado popular, a dança é reconhecida pelos seus estímulos psicológicos positivos. No entanto, como atividade que envolve uma relação entre corpo e mente, a prática da dança também deve ser compreendida como uma atividade esportiva generosa para com o organismo.

Segundo especialistas, a prática da dança como atividade esportiva oferece uma série de benefícios como melhora na flexibilidade muscular, coordenação motora, aumento na resistência física, diminuição de riscos envolvendo problemas cardiovasculares, entre outros. No entanto, as vantagens não se restringem ao campo físico. À prática da dança, pode ser adicionada uma série de benefícios psicológicos, a exemplo de melhor relacionamento com o próprio corpo e melhora na autoestima e na autoconfiança.

Para os que se interessam, a boa notícia é que a dança não impõe limites de idade. Pelo contrário, como atividade que requer respostas mentais rápidas do praticante, a dança incentiva a memória e ajuda no combate à doença de Alzheimer. Matricular-se em um curso regular de dança oferecerá, ainda, a oportunidade de contato com um grupo mais amplo de pessoas, oferecendo novas redes de relacionamento a quem deseja expandir seus laços sociais.

Dançando com o corpo e a alma
Para Kamylle Guanabara, terapeuta ocupacional do Sistema Fecomércio-CE do Núcleo Sesc Saúde e com especialização em Gerontologia, ciência que busca entender o processo de envelhecimento, de modo a garantir uma melhor qualidade de vida nesse período, o próprio encontro em grupo já faz parte do processo terapêutico. “É o momento em que as histórias de vida vão se cruzando, eles saem da rotina, passam a ter encontros com outros idosos, criam novos laços afetivos. Ter contato com outros idosos ativos também desperta bons exemplos de superação”, defende.

Adilton Ferreira é coreógrafo, bailarino e professor de Jazz e Ritmos do Sesc-CE. Em sua experiência com a dança, acredita que uma das principais mudanças observadas em seus alunos está ligada à aquisição da autoestima. “Observo que eles [alunos] passam a se sentir melhor fisicamente, visualmente. Trabalhamos diretamente com o espelho: eles passam a se observar mais, a se valorizar mais. Isto é qualidade de vida, já que bem estar é saúde física e mental”, explica.

Juliana Jaraj dedica-se à dança do ventre e folclores árabes há mais de 15 anos. Formada pelo Instituto Carafi, de Buenos Aires, diretora do IDAJJA [Instituto de Danças Árabes Juliana Jaraj], a bailarina, também professora de dança do ventre do Sesc-CE, acredita que “a dança do ventre está diretamente envolvida com autoestima por trabalhar o corpo e a mente femininos, em pouco tempo já percebemos melhora. Chegaram até mim alunos com início de depressão, e com eles obtivemos resultados excelentes seis, sete meses depois do início das aulas”.

Qual tipo de dança escolher?
O Sistema Fecomércio-CE, por meio do Sesc-CE, esta com inscrições abertas para oficinas diversas de dança. Com a Oficina de Ritmos, o objetivo envolve entrar em contato com diversos estilos e intensidades da dança, ótima oportunidade para quem deseja praticar uma atividade física dinâmica. Outra opção é a Oficina de Dança do Ventre, uma arte milenar que resgata a sabedoria e a essência femininas, com a professora Juliana Jaraj. Entre as possibilidades de cursos de dança no Sesc-CE estão ainda o Curso de Ballet, com aulas práticas oriundas de um programa elaborado a partir das escolas tradicionais de dança, e a Oficina de Dança de Salão, unindo a beleza dos movimentos humanos ao desenvolvimento da musculatura corporal.

Interessados devem dirigir-se ao Setor de Relacionamento com Clientes da Unidade Fortaleza do Sesc, na rua Clarindo de Queiroz, no Centro, portando carteira Sesc-CE atualizada e o valor da taxa de mensalidade, que pode variar entre R$ 50,80 e R$ 118.

Serviço
Aulas de Ritmos do Sesc
Onde: Sala de Dança da Unidade Fortaleza do Sesc (R. Clarindo de Queiroz, 1740 – Centro)
Quando: segunda e quarta, às 18h
Investimento: R$ 50,80 (comerciário), R$ 55,90 (empresário), R$ 63 (convênio) e R$ 75,30 (usuário)

Aulas de Balé
Onde: Sala de Dança da Unidade Fortaleza do Sesc (R. Clarindo de Queiroz, 1740 – Centro)
Quando: terça e quinta, às 14h (balé iniciante a partir de 12 anos); às 15h (balé iniciante, de 7 a 12 anos); às 16h (Balé baby class, dos 6 aos 10 anos) e às 17h (Balé baby class, 5 e 6 anos)
Investimento: R$ 58,20 (Comerciário), R$ 64,00 (Empresário), R$ 87,50 (Convênio), R$ 118,00 (Usuário).

Aulas de Dança do Ventre
Onde: Sala de Dança da Unidade Fortaleza do Sesc (R. Clarindo de Queiroz, 1740 – Centro)
Quando: terças e quintasm, às 18h
Investimento: R$ 58,20 (Comerciário), R$ 64 (Empresário), R$ 87,50 (Convênio), R$ 118 (Usuário)

Oficina de Dança de Salão
Onde: Sala de Dança da Unidade Fortaleza do Sesc (R. Clarindo de Queiroz, 1740 – Centro)
Quando: terças e quintas, às 16h e 19h.
Investimento: R$ 58,20 (Comerciário), R$ 64,00 (Empresário), R$ 87,50 (Convênio), R$ 118,00 (Usuário)

Recomendado para você