Radar do Comércio

Dia da Mulher: protagonismo feminino é foco de projetos sociais

A Unidade Móvel Sesc Saúde Mulher viaja por diversas cidades promovendo prevenção ao câncer de mama e de colo de útero. (Foto: Davi Pinheiro).

O dia 8 de março serve como apoio para discutir a busca contínua por igualdade de direitos, além de celebrar as conquistas alcançadas ao longo de centenas de anos

A comemoração do Dia Internacional da Mulher envolve luta e reflexão. Seja pelo direito ao voto ou por equidade no mercado de trabalho. Valorizando a representatividade feminina, o Serviço Social do Comércio do Ceará (Sesc/CE) desenvolve projetos que têm a mulher como personagem principal em diferentes áreas.

Dedicado à promoção da saúde feminina, o Sesc conta com uma Unidade Móvel Sesc Saúde Mulher que tem estrutura completa para realização de exames de mamografia e citopatologia (Papanicolau), além de ser totalmente adaptado para acessibilidade de portadores de necessidades especiais. De acordo com Clara Cardoso, enfermeira do Sesc Saúde Mulher, a unidade realiza em média 704 atendimentos por mês para exames de prevenção ao câncer de mama e colo do útero de forma gratuita.

Em 2018, a unidade móvel atendeu mulheres nos municípios de Pindoretama, Pacatuba e Chorozinho, tendo realizado 3.158 exames citológicos, 2.542 exames clínicos da mama e 3.195 mamografias. “Encaminhamos 35 pacientes para serviços especializados em oncologia devido a alterações apresentadas nos laudos, sendo 23 mama e 12 citopatológico. Além disso, realizamos 430 ações de educação em saúde, das quais participaram cerca de 21.100 pessoas”, aponta Clara.

Refletir para se fortalecer
Como forma de potencializar os saberes da comunidade por meio do protagonismo feminino, o projeto “Mãos que Costuram Vidas”, promovido pelo Desenvolvimento Comunitário da Unidade Sesc Fortaleza, desenvolve ações de fortalecimento de vínculos com grupos de mulheres em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa trabalha em parceria com instituições sociais da Capital e Região Metropolitana, segundo a analista assistencial do projeto, Márcia Silva.

A ação é desenvolvida a cada ano em uma instituição diferente mediante encontros semanais com cerca de 20 a 30 mulheres. “Por meio de uma metodologia que aproxima o fazer lúdico da produção da boneca de pano com o contexto social em que elas estão inseridas, promovemos reflexões e um trabalho associado à possibilidade de geração de renda”, explica Márcia.

Entre os temas discutidos estão violência doméstica, tripla jornada de trabalho, alimentação saudável, preconceitos, importância da autoestima e autoconfiança, liderança feminina, contribuindo assim para a sensibilização acerca dos direitos e deveres como mulher e cidadã.

Histórias de destaque
Reconhecer mulheres que fazem a diferença na construção de uma sociedade melhor, esse é o objetivo da Comenda Mulher de Fibra, promovida anualmente pelo Programa de Assistência do Sesc Ceará. A homenagem acontece nos municípios de Crato, Iguatu e Juazeiro do Norte, valorizando a trajetória de mulheres de diferentes segmentos da sociedade que se destacam nas áreas da cultura, educação, assistência, saúde, comércio e política.

No Sesc Sobral, vem sendo desenvolvido pelo Trabalho Social com Idosos o projeto “Mulher e Memória” que promove o destaque social acerca das contribuições históricas e sociais de mulheres que originaram nomes de ruas, prédios e espaços públicos na região Norte do Estado. As homenagens deste projeto marcam a importância do protagonismo feminino no processo de desenvolvimento da cidade.

Recomendado para você