Radar do Comércio

Moda com sustentabilidade: a tendência de transformar peças evita o desperdício e colabora na preservação ambiental

vários rolos de linha com agulhas

Além do caráter sustável, uma vez que as roupas acabam ganhando mais tempo de uso, transformá-las também transmite mais personalidade e atitude por se tratar de combinações exclusivas. (Foto: Divulgação)

Reformar peças antigas não só ajuda a preservar o meio-ambiente como também é uma forma de imprimir a própria personalidade nas roupas e acessórios

Quem gosta de andar de acordo com as últimas tendências da moda pode se deparar frequentemente com a seguinte questão: como aliar a vontade de usar as peças mais modernas com a necessidade de economizar os recursos naturais e ainda evitar o desperdício? Por isso, o debate sobre sustentabilidade está cada vez mais presente no mundo da moda. E uma das formas usadas para resolver essa questão é o upcycling.

O termo se refere à técnica de utilizar um material que seria descartado para criar algo novo, dando-lhe nova utilidade. Janaína Ribeiro, instrutora do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE), conta que “com o consumo consciente aumentando o Upcycling ganha força no Design como um todo. Seja no mobiliário moderno feito de peças de bicicletas do Studio Bike Furniture Design, de Michigan, nos Estados Unidos; nas bolsas da TerraCycle ou em marcas de vestuário como Comas-sp e Amarela Upcycling”. Na moda, o upcycling se traduz em mudar o visual de peças antigas ou mesmo transformá-las em outras.

De forma prática, isso significa dar nova cara àquela calça jeans antiga, reformar uma camiseta, fazer uma bolsa com uma peça que estava sem uso e tudo que a criatividade pode fazer nesse sentido. E foi a partir dessa ideia que o Senac realizou, na última terça-feira, 23, no perfil @senacce no Instragram, uma live de customização com a designer de moda e instrutora Denise Tavares.

Na ocasião, os seguidores aprenderam a transformar aquela calça jeans, que está escondida no guarda-roupa e mal é usada atualmente, em um colete cheio de estilo. Tudo, claro, de maneira prática e rápida. “O jeans é usado por pessoas de todas as idades, traz liberdade para fazer diferentes combinações e combina com todos os estilos. Dar uma cara nova a essa peça, por meio da customização, traz a ideia de sustentabilidade, além do toque pessoal e de afeto, por ser algo produzido pela própria pessoa”, explica Denise.

A ideia da live foi também mostrar ao público as diferentes possibilidades de se trabalhar com moda. Nos cursos de Costureiro, Modelista e Personal Stylist, por exemplo, que já estão com inscrições abertas no Senac Reference, os alunos aprendem na teoria e na prática sobre a customização de roupas, inclusive como forma de negócio, uma vez que muitos estilistas recorrem a essas transformações sustentáveis.

“Os looks podem – e devem – ser ressignificados. Há cada vez mais pessoas interessadas nessa tendência, pois estão atentas realmente para um consumo mais consciente, sem abrir mão do estilo”, reforça Denise Tavares.

Serviço
Cursos de Moda
Onde: Senac Reference – Av. Des. Moreira, 1301 – Aldeota
Inscrições: pelo site do Senac ou na própria unidade
Mais informações: (85) 3433 3884

Costureiro
Período: de 4 de novembro de 2019 a 22 de janeiro de 2020, das 18h às 22 horas
Carga horária: 212 h

Modelista
Período: de 4 de novembro de 2019 a 22 de janeiro de 2020, das 18h às 22 horas
Carga horária: 210 h

Personal Stylist
Período: de 4 de novembro a 2 de dezembro de 2019, das 18h às 22 horas
Carga horária: 80 h

Recomendado para você