Repórter Entre Linhas

Cabo-verdiano Mário Lúcio abre a Feira da Música 2017

Mário Lúcio apresenta o trabalho “Funanight”, lançado em março deste ano (Foto: Divulgação)

O músico, escritor, pintor e político Mário Lúcio abre a programação de shows da XVI Feira da Música. O cabo-verdiano sobe ao palco do histórico Cineteatro São Luiz, no Centro de Fortaleza, na companhia dos cearenses Lorena Nunes, Cainã Cavalcante, Igor Ribeiro e Nonato Lima. A Feira vai de 1º a 4 de novembro ocupando os espaços do Teatro Carlos Câmara, Centro Cultural Dragão do Mar e Theatro José de Alencar, além do Cineteatro.

Referência em Cabo Verde, o multi-artista está em pesquisa permanente sobre a música tradicional do país africano, onde é considerado um dos maiores compositores. Para se ter uma ideia, o artista de 53 anos já gravou com Paulinho da Viola, Gilberto Gil e Milton Nascimento. Fundador e líder do antigo grupo musical Simentera, Mário Lúcio terá Jorge Pimpa (bateria), Adão Brito (baixo) e Totinho (saxofone e percussão) em sua banda.

Entre 2011 e 2016, Mário Lúcio foi também Ministro da Cultura de Cabo Verde, além de já ter sido deputado e Embaixador Cultural de Cabo Verde. Nascido na ilha de Santiago, Mário Lúcio tem licenciatura em Direito. Em março deste ano, o cabo-verdiano lançou se trabalho “Funanight”, uma homenagem ao gênero funaná.

Na última semana, a Feira da Música divulgou as bandas cearenses selecionadas para a 16ª edição do festival. Ao todo, 16 grupos de Fortaleza, Crato, Sobral, Russas e Juazeiro do Norte participam. O Blog já adiantou que o cantor pernambucano Otto encerra o evento com show no Dragão do Mar. Dentre as atrações locais estão Casa Maré, New Model, e Projeto Rivera, que acabou de tocar no Rock in Rio. Conheça todas as bandas locais selecionadas.

Recomendado para você