Repórter Entre Linhas

Remédios para a vida

Reunião das amigas para confraternização de fim de ano. Resolvi comprar um presentinho que bem nos representa. Remédios especiais receitados em pequenos copinhos de vidro: Risotril, Embelezol, Divertil e Relaxol. O kit que serve para a vida, momentos de corre corre e de simples prazer.

Minha amiga Risotril tem aquela gargalhada gostosa, que abala qualquer seriedade e desafio. Ela é perseverante em tudo que faz, tem um certo toque por limpeza (descobri recentemente), mas ri do caos com a mesma intensidade. Uma risada que já está gravada no celular para momentos emergenciais. Ela me lembra da minha resolução para este ano: rir mais, principalmente de mim mesma.

Quem ganhou o Embelezol foi uma amiga que inicia nova fase de trabalho como vendedora de cosméticos. Com seus produtos, faz a beleza dos outros brilhar assim como a dos próprios olhos, que se direcionam para um horizonte mais próspero. Desta amiga me aproprio de um lembrete sempre importante: recomeçar quantas vezes a vida nos convidar ou empurrar, levando comigo a força do trabalho e sempre arrumada para as oportunidades. Ânimo é o que não falta a ela. Um pouco mais nova do que eu, é verdade, mas já tem dois filhos e energia sobrando para quem quiser emprestado.

A terceira, e não menos importante receita, é o Divertil, que dediquei para minha prima-irmã. Sabe essas pessoas que contornam qualquer obstáculo com leveza? Pois a criatura é dessa categoria. Quando eu penso em desistir, se fosse eu no lugar dela, a pessoa consegue ser persistente e ainda se divertir com os causos. Quando a gente pensa que ela está indo numa linha de pensamento, surpreende a todos com ideias criativas e irreverentes. É uma figura! Ela estampa para mim que, apesar das dificuldades, é possível se divertir. E os outros que lidem com as próprias expectativas!

Para mim, a automedicação prescrita foi o Relaxol. Remédio valioso para este ano e um lembrete de que eu posso relaxar e sobreviver a erros, ao sucesso, a mim mesma. Ainda me cobro demais quando poderia apenas sorrir e esperar pelo minuto seguinte.

Confesso que admiro quem atravessa com facilidade a autocobrança. Admiro de verdade, porque essas pessoas economizam tempo, lástimas e preservam a saúde. Esse atravessamento diário se revela um feito enorme.

Nessa autocobrança, aí se incluem alguns esquecimentos, troca de informações, não conseguir cumprir prazos… Pensamento maluco, tenho noção. Perspectiva incutida desde pequena. Mas cada uma que trate do seu tique. A amiga Risotril com a mania de limpeza, a Embelezol com os recomeços constantes, e a Divertil com a organização das roupas e objetos. Não contei, mas ela usa perfumes pela ordem de arrumação na prateleira. O de terça jamais será usado na segunda.

Para este ano, espero tomar uma dose de cada medicamento das amigas, sempre que necessário. Quero me divertir com risos, beleza, erros e vitórias. Receita para uma pessoa normal em uma vida ainda terrestre.

Recomendado para você