Repórter Entre Linhas

Wanessa Camargo fala sobre ter gravado álbum sertanejo: “Me arrependi”

A cantora Wanessa Camargo falou pela primeira vez sobre sua aposta no mundo sertanejo. Em 2016, ela lançou o oitavo álbum da carreira, “33”, recebendo duras críticas e chegando a ser acusada de oportunismo por aproveitar a onda de sucesso do gênero.

“Quando comecei o trabalho sertanejo, nem sabia que seria assim. As pessoas que estavam a cargo da minha carreira, que estavam dirigindo e investindo dinheiro foram colocando esse sertanejo como rótulo e abracei”, disse em entrevista a Antonia Fontenelle.

“Depois eu me arrependi”, assume. “Quando eu entendi que aquele produto teria que ser vendido como sertanejo, se não eu não teria produto, eu falei: ‘Tá bom. Depois eu vou mostrando que o trabalho tem a vertente pop também'”.

A cantora revelou ainda a dificuldade de “se defender nesse mundo quando você mesmo não sabe o que está fazendo”. E completou: “Foi uma confusão musical, mental. Eu tava fraca, no fundo do poço. Eu estava me sentindo morta. Sabe quando você age no automático? Eu tava me sentindo assim”.

https://twitter.com/WanessaCamargo/status/1001264029015437315

Show em Fortaleza

Wanessa voltou ao pop este ano com o single “Mulher Gato”, o primeiro dos vários lançamentos que ela promete para os próximos meses. Ela traz sua nova turnê no dia 30 de junho próximo, para a boate Lancelot. Ingressos custam R$ 50 (pista promocional) e R$ 70 (front + camarote) e estão à venda no site Sympla.

Serviço

Wanessa Camargo em Fortaleza
Boate Lancelot (Rua Almirante Jaceguay, 7 – Praia de Iracema)
Dia 30 de junho, às 23 horas
Ingressos: R$ 50 (pista promocional) e R$ 70 (front + camarote)
À venda no site Sympla.

Recomendado para você