Repórter Entre Linhas

Justiça determina bloqueio de R$ 2,8 milhões de Anitta

A Justiça do Rio de Janeiro determinou, na noite dessa segunda-feira, 4, o bloqueio de R$ 2,8 milhões de Anitta. O processo movido pela ex-empresária da cantora, Kamilla Fialho, culminou na decisão. As informações são do O Globo.

A ex-empresária acusa Anitta de não pagar o valor estipulado para a multa rescisória de contrato, após o fim do vínculo profissional. O Banco Central terá até dois dias para indicar se há ou não o valor nas contas da cantora para depósito em conta judicial.

Ainda ao O Globo, a defesa da cantora carioca disse que há uma “arguição de suspeição” sob análise da 9ª Câmara Cível sob a juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro. Os advogados defendem que a juíza se abstenha do processo enquanto sua imparcialidade é analisada.

Anitta pediu a suspeição da juíza em março deste ano, após a Justiça negar o segundo recurso da cantora no processo. A suspeição foi negada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

O Globo diz ainda que o valor da causa pode passar de R$ 30 milhões, conforme o advogado de Kamilla Fialho, Leonardo Gomes.

Recomendado para você