Repórter Entre Linhas

Marcelo Crivella é acusado de censurar peça com Jesus travesti no Rio de Janeiro

630 4

(Foto: Divulgação/Ligia Jardim)

Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella é acusado de censurar o espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu“, em que Jesus Cristo é interpretado por uma travesti. A peça já foi cancelada em outras cidades, resultado de ação de movimentos conservadores. As informações são da Veja.

Esta semana, a montagem seria encenada na Arena Fernando Torres, no Parque Madureira, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Em vídeo, ele chamou o cancelamento do espetáculo de “fake news”. No entanto, defende que o “espetáculo ofende a consciência dos cristãos”.

“Na minha administração, nenhum espetáculo, nenhuma exposição vai ofender a religião das pessoas. Eu não vou permitir. Enquanto eu for prefeito, vamos respeitar a consciência e a religião das pessoas”, diz Crivella em vídeo divulgado no seu Twitter oficial.

É a terceira vez, em um ano e sete meses de mandato, que o prefeito do Rio é acusado de censurar manifestação artística pautada na diversidade sexual, ainda conforme a Veja. Crivella é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus.

Recomendado para você