Sincronicidade

O Alcorão Sagrado

154 3

O Alcorão é a palavra de Allah, revelada a Mohammad, desde a Surata da Abertura até a Surata dos Humanos, constituindo o derradeiro dos livros revelados à humanidade. Ele encerra, em sua totalidade, diversificadas nuanças, tais como: a felicidade, a reforma entre os homens, a concórdia, no presente e no futuro; ele foi revelado, versículo por versículo, surata por surata, de acordo com as situações e os acontecimentos, no decorrer dos vinte e três últimos anos da vida do Profeta Mohammad. Uma parte foi revelada antes da Hégira, em Makka, e outra depois, em Madina. Os versículos e as suratas revelados em Makka abrangem as normas da crença em Allah, em Seus anjos, em Seus livros, em Seus mensageiros e no Dia do Juízo Final. Os versículos e as suratas revelados em Madina dizem respeito aos rituais e à jurisprudência.

Samir El Hayek

[O significado dos versículos do Alcorão Sagrado com comentários. Versão portuguesa diretamente do árabe. Tradução Samir El Hayek. 14ª ed.  – São Paulo: MarsaM Editora Jornalística,2009, p. xxiii.]

Embora nos últimos anos tenha crescido consideravelmente o interesse pelo Islamismo, parece-me que ainda há um grande desconhecimento dessa religião entre povos não-árabes. Uma das primeiras condições – a primeira, seria melhor dizer – para que se possa falar com propriedade de uma religião é conhecê-la. No caso de nós brasileiros, em se tratando do Islamismo  o acesso a fontes fidedignas em língua portuguesa  nem sempre é fácil.

Há muitos anos adquiri uma edição do Alcorão em língua portuguesa. Por algum motivo, porém, a tradução nunca me agradou. Recentemente, porém, encontrei em uma livraria uma outra tradução do Alcorão. Nesse caso, foi amor à primeira vista. Bastou-me folhear algumas páginas e ler alguns trechos para que já me decidisse pela aquisição.

Refiro-me a “O significado dos versículos do ALCORÃO SAGRADO com comentários”, tradução do professor Samir El Hayek. A tradução do prof. Samir, além do texto integral do Alcorão, traz ainda, conforme indicado no próprio título, elucidativos comentários de cada versículo.

Na Introdução à edição aqui comentada, escreve o autor: “Louvado seja Allah, Senhor do Universo. E que Sua graça e paz estejam com o Profeta do Islam, Mohammad Ibn Abdullah, com seus familiares, seus companheiros, seus seguidores até o Dia do Juízo Final, amém. Atendendo à solicitação dos nossos leitores, propusemo-nos a produzir uma edição simplificada para melhor compreensão dos significados do Alcorão. Para isso, preocupamo-nos em utilizar termos mais usuais do cotidiano, sem perda, contudo, do sentido. Esperamos corresponder às expectativas dos nossos leitores e ter servido, mais uma vez, ao Livro de Allah, fazendo-o ser compreendido pelos leitores não-árabes” (p. xxi).

Já em sua 14ª edição, a tradução do professor Samir foi publicada pela primeira vez em 1974. O texto da Apresentação à 1ª edição, escrito pelo Dr. Abdalla Abdel  Chakur  Kamel, Diretor do Centro Islâmico do Brasil e Coordenador dos Assuntos Islâmicos da América Latina, também inserido na edição aqui comentada, oferece uma ótima análise do contexto em que foi escrito o Alcorão, o que muito enriquece a tradução de Samir El Hayek.

O professor Samir El Hayek é membro da comunidade islâmica de São Paulo. O autor conta já mais de uma centena de traduções de livros islâmicos. Residiu durante quatro anos em Moçambique, tendo lá estado a convite da comunidade islâmica local, onde também produziu diversas obras versando sobre o islamismo.

A propósito da tradução do professor Samir El Hayek, afirma o Cheikh Ahmad Saleh Mahairi, Mestre em exegese do Alcorão pela Universidade de Riadh, Arábia Saudita, no texto escrito à guisa de Apresentação à 13ª edição: “A comunidade muçulmana recebeu-a com aprovação e sentimentos de apreciação e agradecimento por preencher a lacuna que existia na língua portuguesa a respeito do Alcorão. As edições foram se repetindo por sua distinção de ser a mais fiel ao sistema adotado pelos exegetas, principalmente no que diz respeito à crença e aos versículos concernentes aos atributos de Allah, pois, nem todo indivíduo que fala o árabe pode ser considerado capaz de entender o significado do Alcorão Sagrado, uma vez que a sua exegese e a compreensão de seu significado estão diretamente ligadas ao método do Rassulullah, que explicava aos seus Companheiros o que eles não conseguiam entender do Alcorão Sagrado” (p. v).  A propósito da palavra Rassulullah, uma nota de rodapé esclarece: Expressão árabe que significa: “Que Allah o abençoe e lhe dê paz”, dita após se citar o nome do Profeta Mohammad” (p. v).

De minha parte sinto-me grato pela oportunidade que o professor Samir El Hayek proporcionou a nós brasileiros ao se dedicar ao afã de preparar uma tradução tão esmerada do Alcorão, o que só enriquece a bibliografia atinente ao islamismo em língua portuguesa. Que o seu trabalho seja recompensado e produza muitos e bons frutos, especialmente entre os estudiosos e praticantes do Islamismo em nosso país.

Aos interessados em adquirir a tradução do professor Samir El Hayek ou em contatá-lo segue o endereço de seu site: http://www.alcorao.com.br/home.asp