Sincronicidade

Então lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?” (Mt 16,15)

E agora, depois do batismo, estou sujo. A trave está ainda fincada no olho, o espinho no corpo, o anjo de Satã bate-me o rosto (e patrulha-me de modo psicossomático em todo o lugar, todo cheio de si). Ter escapado das tentações é uma ilusão orgulhosa, tonta. Não levara em consideração II, Cor. 12,7. Mas, que Cristo é a Verdade, o Caminho e a Vida creio de uma maneira absolutamente festiva.

Nicolae Steinhardt

[Steinhardt, N. O Diário da Felicidade. – Tradução e revisão de Elpídio Mário Dantas Fonseca; revisão do texto romeno de Cristina Nicoleta Manescu. São Paulo: É Realizações Editora, Livraria e Distribuidora Ltda., 2009, p. 106.]