Slice

Austrália Open: Serena, Sharapova, Federer e Melo avançam às oitavas

Serena Williams busca o 22º título de Grand Slam na carreira. Foto: Divulgação/AO

Serena Williams busca o 22º título de Grand Slam na carreira. Foto: Divulgação/AO

Em dia de muita chuva em Melbourne, a organização do Austrália Open foi obrigada a atrasar alguns confrontos e cancelar outros que seriam realizados nas quadras descobertas. Entre os jogos que foram atrasados estava o do brasileiro Marcelo Melo com o parceiro Ivan Dodig, em partida válida pela segunda rodada. O atraso, no entanto, não tirou o foco da dupla número 2 do mundo que arrasou os americanos Donald Young e Austin Krajicek por 6/2 e 6/3, garantindo vaga nas oitavas de final.

Já os brasileiros Thomaz Bellucci e Marcelo Demoliner acabaram tomando uma virada e foram eliminados do Slam, nesta madrugada, 22. O filipino Treat Huey e o bielorrusso Max Mirnyi venceram o jogo por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/6 (7/2) e 6/4. O jogo foi duro e decidido nos detalhes. É bom lembrar que Demoliner tem pouco tempo de parceria com Thomaz. Em 2014, o gaúcho decidiu jogar apenas duplas com objetivo de representar o Brasil nas olimpíadas do Rio.

Simples

Na chave masculina o fã de tênis acompanhou bons jogos na abertura da terceira rodada, que teve Roger Federer, Kei Nishikori e Jo-Winfried Tsonga deixando a quadra com vitórias tranquilas. O suíço chegou à marca de 300 vitórias em Slams. Com histórico equilibrado, David Goffin e Dominic Thiem fizeram um duelo de altos e baixos. Goffin, explorando o backhand e procurando as linhas paralelas, foi o ponto alto do jogo. Thiem, inconstante, e ao mesmo tempo com bolas aceleradas castigando o belga, conseguiu equilibrar a partida a partir do segundo set, mas não resistiu e saiu de quadra eliminado com o placar de 3 sets a 1, com parciais de 6/1, 3/6, 7/6 (7/2) e 7/5.

Veja um dos mais belos lances do jogo:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=2GYhdbxk86E[/youtube]

No feminino, a melhor do mundo Serena Williams precisou de apenas 44 minutos para despachar a jovem russa Daria Kasaktina, 69ª colocada e jovem de 18 anos, na Rod Laver Arena. Com duplo 6/1 e 27 winners, a americana garantiu a vaga nas oitavas de final.

A outra jovem de 18 anos, mas que já é realidade no cenário do tênis internacional, Belinda Bencic, virou o jogo contra a ucraniana Kateryna Bondarenko e se classificou para as oitavas de final após vitória com parciais de 4/6, 6/2 e 6/4. A cabeça de chave número 12 agora vai enfrentar a russa Maria Sharapova, que venceu por 2 sets a 1 a norte-americana Lauren Davis.

Com 35 erros no segundo set, a russa acabou cedendo a segunda parcial para a americana. Mas voltou a se concentrar no terceiro set e fechou com um pneu. As parciais foram 6/1, 6/7 (7/5) e 6/0. Com um título do AO, Sharapova vai ter seu primeiro teste no torneio contra a suíça.

Bencic, apesar de jovem, não “respeita” jogadoras exprientes e sabe jogar sob pressão. É sempre bom lembrar que no Masters 1000 do ano passado, a suíça venceu Eugenie Bouchard, Caroline Wozniacki, Sabine Lisicki, Ana Ivanovic, Serena Williams e Simona Halep na mesma semana se consagrando campeã. “Será (uma partida) bem dura, ela é uma jovem inspirada, foi incrivelmente bem ano passado, tenho uma grande rival na próxima rodada e preciso jogar bem para avançar”, disse a russa ao comentar sobre o próximo desafio. Vai ser um grande jogo.

Marca
Maria Sharapova, vencedora de cinco Grand Slams na carreira, chegou, na terceira rodada, à marca de 600 vitórias em partidas oficiais. Parabéns à russa.

//

600 wins for Maria Sharapova, 300 Grand Slam wins for Roger Federer – Day 5 had it all!Australian Open Legendary Moments brought to you by Macca’s Legends McDonald’s#AusOpen

Publicado por Australian Open em Sexta, 22 de janeiro de 2016

Resumão do dia:

//

We don’t let a little rain get in the way of a good time!Here are the highlights from Day 5….#ausopen

Publicado por Australian Open em Sexta, 22 de janeiro de 2016

Resultados da 3ª rodada

Masculino

Roger Federer (SUI) [3] 3×1 Grigor Dimitrov (BUL) [27] 6/4 3/6 6/1 6/4

Kei Nishikori (JPN) [7] 3×1 Guillermo Garcia-Lopez (ESP) [26] 7/5 2/6 6/3 6/4

Jo-Wilfried Tsonga (FRA) [9] 3×0 Pierre-Hugues Herbert (FRA) 6/4 7/6 (9/7) 7/6 (7/4)

Gilles Simon (FRA) [14] 3×0 Federico Delbonis (ARG) 6/3 6/2 6/1

David Goffin (BEL) [15] 3×1 Dominic Thiem (AUT) [19] 6/1 3/6 7/6 (7/2) 7/5

Feminino

Agnieszka Radwanska (POL) [4] 2×0 Monica Puig (PUR) 6/4 6/0

Maria Sharapova (RUS) [5] 2×1 Lauren Davis (EUA) 6/1 6/7 (7/5) 6/0

Belinda Bencic (SUI) [12] 2×1 Kateryna Bondarenko (UCR) 4/6 6/2 6/4

Anna-Lena Friedsam (ALE) 2×1 Roberta Vinci (ITA) [13] 0/6 6/4 6/4

Margarita Gasparyan (RUS) 2×0 Yulia Putintseva (CAZ) 6/3 6/4

Ponto de vista do redator:

Maria Sharapova, se tem em seus planos vencer pela segunda vez o Austrália Open, não pode alternar momentos no jogo, e precisa sacar melhor. Praticamente entregou um set à americana. Errar 35 bolas em um set mostra intranquilidade, falta de foco. Quando finalmente focou no resultado, aplicou um pneu no último set. A russa tem uma chave complicada pela frente. Se vacilar, fica pelo caminho. Caso passe por Bencic, terá nada mais nada menos que Serena nas quartas. Maria não vence Serena há mais de uma década.

Recomendado para você