Varanda Casa Azul

Construindo um produto que as pessoas amam – parte 2

No último post te convencemos (espero!) de que construir um produto que as pessoas amem é muito melhor que construir um produto que as pessoas gostem. Certo… Mas COMO construir um produto que as pessoas amem?

O segredo para isso é pensar em conversão e retenção. Ao pensar em conversão você deve analisar quais são os primeiros contatos que um possível usuário tem com o seu empreendimento. Esses contatos podem ser uma Homepage, Landing Page, preço, processo de Login e SignUp, primeiro Email, primeiro suporte recebido pela equipe. Você deve garantir que essas primeiras experiências sejam sen-sa-cio-nais, a ponto que o usuário queira dar um voto de garantia para essa nova marca no mercado. Então, passe a se fazer perguntas do tipo: O que coloco na primeira página do meu site que faça com que as pessoas olhem e queiram saber mais? Como faço para tornar o processo de signup menos cansativo e mais criativo?

Fazendo essas aparentemente pequenas mudanças você pode gerar um grande diferencial na sua marca.

Perfeito! Você passa a fazer essas mudanças, começa a converter bem… Mas tem um próximo passo, que é se preocupar com retenção. Muitos pensam que retenção é fazer um produto perfeito e sem falhas, mas nenhum produto é assim. A partir do momento que você lançar seu negócio vão surgir muitos problemas, e o melhor remédio para tratar desses problemas é algo que muitos empreendedores fogem: atendimento ao cliente.

Você deve estar pronto para atender bem seu cliente e resolver seu problema, transformando uma experiência que geraria um abandono, em uma experiência que gerou mais identificação, pois seu usuário recebeu atenção, cuidado e se sentiu especial. Parece piegas, sabemos, mas você deve fazer com que seu cliente se sinta especial. E o atendimento ao cliente deve estar intimamente ligado ao contínuo desenvolvimento do seu produto, se você fizer um bom atendimento e não resolver o problema com o seu produto, esse atendimento não vai passar de falsas promessas, e o cliente perde a paciência.

O que tiramos disso tudo é: tenha um excelente atendimento ao cliente, faça ele se sentir único e continuamente desenvolva seus produtos com base nos feedbacks desses atendimentos.

Fazendo esses passos e construindo algo que as pessoas amam você pode se surpreender e se deparar com um crescimento sem muito investimento, o chamado crescimento feito pelo boca a boca, quando muitas pessoas recomendam seu produto. Mesmo que esse crescimento não venha, nesse estágio você já está preparado para investir em escalar o seu negócio e fazer com que essas poucas pessoas que amam seu produto se transformem em muitas.

Então, como podemos resumir o que vimos até aqui?

Você pode até não ter o melhor produto, mas trate de levar a melhor SOLUÇÃO para o seu cliente. Essa solução não é somente o lado técnico, mas sim todas as experiências que seu cliente tem com você.

Texto baseado nas aulas de How to Start a Startup: http://startupclass.samaltman.com/ 

 

Recomendado para você