Varanda Casa Azul

Roadmap: reconhecendo grandes ideias – Parte 1

Parte 1 do texto adaptado do artigo Roadmap: recognizing great ideas

 

É uma das frases mais ouvidas, por todos nós, o tempo todo: ‘‘Eu tenho uma grande ideia de startup.’’

Se você é parecido com a gente da Casa Azul, há mais chances ainda de você ter dito pelo menos algumas vezes.

Mas o que é exatamente uma GRANDE IDEIA? Como você sabe que aquela ideia incrível e ébria que você anotou num guardanapo ou numa série de post its na parede será um negócio irado? É realmente uma questão de ‘‘aguarde e verás’’? Ou é algo mais estruturado e sistemático, uma série de templates que te diz o que fazer, todas as vezes?

A ideia é juntar, então, um Roadmap-da-Grande-Ideia, que é uma série de passos que você deve seguir para testar se a sua Grande Ideia pode ir adiante.

Roadmap da Grande Ideia

  1. Anote
  2. Destrinche
  3. Você ama (muito) tudo isso?
  4. Consiga feedbacks
  5. Fale com potenciais clientes
  6. Mergulhe
  7. Deixe crescer

Passo 1 – Anote

Pra começar, como você sabe que deve seguir realmente uma ideia? O fato é que, se você começar com essa questão, nunca saberá a resposta – a tendência é que você vá matar qualquer ideia antes mesmo que ela se torne realmente uma ideia (entendeu?)

Antes de dar início ao processo de validação de uma ideia, você precisa dar a chance dela conhecer o mundo, sem julgamentos prévios. Tenha um banco de ideias – um caderno ou um Google Docs com todas as suas ideias e revisite-o de quando em quando ou se estiver precisando de inspiração. Preste atenção àquelas ideias que tem maior destaque, aquelas que praticamente te chamam pra fazer algo com elas. Essas são as que você deve colocar pra frente.

Passo 2 – Destrinche

Nossa tendência é pensar que as Grandes Ideias são algo efêmero, que caem do céu ou coisa assim. E é verdade, inspiração sempre vai ser um grande fator, mas o que testa a qualidade das suas ideias é onde você consegue chegar com elas. Uma vez que a ideia está devidamente anotada, aí é que você começa a moldá-la, que nem massinha, vendo que forma ela vai tomar. E pra isso, tem um grande processo.

Tem até várias ferramentas e frameworks por aí que ajudam a solidificar ideias. E não, não estamos falando da boa e velha Matriz SWOT. O Mike Stemple compartilhou um framework que ele e o The Inspirer usam que vale a pena ver (e fazer).

O que a ferramenta do Inspirer faz, basicamente, é colocar em pauta uma série de questões que precisam ser respondidas para sua Grande Ideia seguir adiante. A quem ela serve? Que valor gera? Onde vai ser vendida? Por que as pessoas devem escolher sua ideia dentre as outras? Essa ferramenta serve para ajudar a interagir com a sua ideia em vários níveis – factual, previsão, analítico, sintético – te dando uma noção mais dimensional do seu pensamento sobre a sua Grande Ideia e o problema que ela resolve.  

Ferramentas como essa são legais porque elas ajudam a dar estrutura para a sua ideação. O mito da criatividade como fenômeno divino é apenas isso: um mito. As pessoas mais criativas se baseiam em uma estrutura para inspirar sua criatividade.

Ao organizar sua Grande Ideia num framework legal como o do Mike, você se dá a liberdade de focar no conteúdo das suas ideias, ao invés de pensar na logística de como chegar do ponto A até o ponto B.

Passo 3 – Você ama (muito) tudo isso?

Um passo simples mas não muito valorizado pra saber se a sua ideia vale a pena seguir: o quanto você se importa com essa ideia?

Muito frequentemente, empreendedores tendem a perguntar pra Deus e o mundo o que pensam sobre a sua Ideia, mas quase nunca se perguntam o quanto eles mesmos gostam, ou melhor, são apaixonados, por essa idea.

A vida é muito curta e criar uma empresa é muito difícil – então não faz sentido você sentar pra fazer um trabalho que você não ama. Se você está olhando pra essa ideia no seu caderno e ela não dá nem uma coisinha de empolgação, das duas uma: desista ou passe para alguém – e passe para aquela Ideia que você não consegue esquecer.

Ainda tem outra coisa a esse ponto quanto a saber se essa é a ideia certa para você: você também tem que ter certeza de que você é certo para essa ideia. Por que, bom, você se conhece o suficiente pra saber se tem o conhecimento, a habilidade, a motivação e o network necessários para colocá-la pra frente, não é? Se não for assim: deixe essa ideia ir.

Basicamente, essa é a hora de ser muito honesto com você – sobre qual é a sua paixão, seus pontos fortes, e o quão longe você pode e quer chegar em nome desta Grande Ideia.

Passo 4 – Consiga Feedbacks

Ok, tem como você levar sua Grande Ideia dentro da cabeça até aqui. Agora, você precisa colocá-la na linha de frente e ver como ela reage. Portanto, agora que você já entendeu e estruturou sua ideia o máximo que pode, é hora de compartilhá-la e ver o que as outras pessoas pensam.

E aí, não precisa fazer um ritual formal e pomposo. Pode ser só uma conversa comendo pizza ou na mesa de bar. Leve suas ideias para pessoas que você confia na opinião, e não aquelas que vão ser legais só porque gostam de você. Peça pra eles não terem vergonha de criticar, testar, questionar. Se falhar aqui, adivinha? Deixa pra lá.

Depois disso, melhor que mostrar sua Ideia pros seus amigos, é conversar sobre ela com experts. Como seus amigos, eles poderão ver algo que você talvez tenha deixado passar, com o peso da visão mais experiente. Eles poderão ver as pontas soltas que você não viu, porque eles já passaram por isso. Assim, te poupa muito tempo de chegar no final e ter uma ideia-não-tão-grande-assim.

E como você está no processo de socializar suas ideias, tenha em mente quais opiniões realmente importam e quais não. Tem um grupo que, particularmente, você não deve se importar muito nesse estágio: investidores. Eles tem a tendência de questionar se essa ideia vale a pena investir – e tudo bem, somos todos treinados pra isso -, mas não é preciso pensar nisso agora. Não coloque a carroça na frente dos bois. 

 

Gostou? Aguarde, no próximo post vamos trazer os passos finais do Roadmap-da-Grande-Ideia. Te esperamos!

 

 

Recomendado para você