Varanda Casa Azul

Posicionamento e propósito: no que minha startup acredita?

No mundo de hoje, onde o fluxo de informações é cada vez maior e a quantidade de produtos e serviços criados para o mercado exige uma diferenciação plausível e uma criação de uma conexão maior das marcas com os clientes, a conversa sobre posicionamento e propósito é de suma importância para novos negócios. 

Uma startup, ao entrar num mercado de grandes corporações, onde muitas outras empresas fazem seu marketing com um aporte de dinheiro e recursos muito maior, precisa se diferenciar em seu conteúdo e na forma de se comunicar. Estruturar o seu posicionamento e o seu propósito pode ser uma boa estratégia para começar. 

O posicionamento é nada mais que o discurso a ser levantado pela sua empresa, e pode ser usado para estabelecer uma conexão importante com o seu consumidor: o relacionamento. Esse discurso deve ser trabalhado em todos os locais que a marca se comunique com o cliente: desde o próprio produto às redes sociais e atendimento. 

Além de entregar benefícios funcionais, como o próprio produto em sua forma mais básica, o seu negócio deve entregar benefícios emocionais: como o seu cliente se sente ao usar o seu produto ou serviço? O seu produto é uma forma de revolucionar a forma como as pessoas se vêem?

A Mercadapp, por exemplo, startup moradora da Casa Azul, além da entrega funcional, que é o aplicativo de compras e os produtos de qualidade entregues em casa, mantém o relacionamento emocional com seu cliente através da forma como eles se posicionam quanto ao uso do tempo: em vez de gastar duas horas do seu dia fazendo supermercado, eles te incentivam a deixar a responsabilidade das compras com eles para ir ao cinema ou curtir com a família, por exemplo.

Além dessas entregas, é interessante pensar que o posicionamento é algo a curto prazo, e bastante fácil de ser copiado por outras empresas. Por isso, é importante ter em mente a necessidade de se ter um propósito maior, gerado a partir de valores internos de grande importância para construir um relacionamento duradouro com seu cliente.

Simon Sinek, criador do círculo de ouro e autor do livro ‘‘Comece com o porquê’’, explica que só existem duas maneiras de influenciar o comportamento humano: pela manipulação ou pela inspiração. Você pode apelar para algumas manipulações comuns utilizadas pelas empresas: baixar o preço, fazer promoções, empregar discursos de medo ou apresentar inovações, e tentar conseguir a atenção de seus consumidores.

O que Sinek diz é que essas manipulações funcionam, porém, não geram fidelidade. Temos, então, uma alternativa: inspirar para motivar. O propósito, então, é um dos pontos de partida para todos os outros aspectos da estratégia de marca. Diferente do posicionamento, que é algo mais mercadológico, o propósito está associado à inspiração que a marca passa ao cliente, tornando o contato mais estável e eficiente.

No caso da Mercadapp, o propósito é usar a tecnologia para otimizar o uso do tempo e utilizá-lo de outras formas mais proveitosas. A startup adapta o funcionamento da sua tecnologia para diminuir o tempo que as pessoas gastam com uma tarefa enfadonha como fazer compras e tornam o processo fácil, simples e intuitivo, quase como um jogo.  

E você, já pensou no propósito do seu negócio? Antes de criá-lo, ou partir para o próximo passo, vale fazer uma reflexão sobre como você inspira seus parceiros e clientes. Existem várias ferramentas para ajudar a estruturar esses pensamentos, e o círculo de ouro é uma bastante interessante. Esperamos que você inspire e atraia muitos clientes por aí! 😉