Veia Esportiva

25 anos do Tricampeonato mundial de Ayrton Senna

No dia 20 de outubro de 1991, O Povo noticiou a conquista. (Imagem: Acervo O POVO)

No dia 20 de outubro de 1991, O Povo noticiou a conquista. (Imagem: Acervo O POVO)

Há exatos 25 anos, no dia 20 de outubro de 1991, o Brasil conheceu sua última grande conquista na Fórmula 1. Ayrton Senna nem precisou da vitória, ficou em 2º lugar no GP de Suzuka, no Japão, para garantir o tricampeonato da principal categoria do automobilismo e adicionar o que seria seu último título mundial na prateleira de glórias de uma carreira marcada por feito memoráveis.

Desde então, nenhum dos 17 pilotos brasileiros que passaram pela Fórmula 1 no período conseguiu conquistar um campeonato.

Naquele 20 de outubro, no mesmo palco de seus dois títulos anteriores (em 1988 e 1990), Senna, pela McLaren, precisava evitar a vitória do inglês Nigel Mansell para assegurar a conquista. Adotando estratégia de ficar em 2º para segurar o rival na 3ª posição, Senna optou por travar batalha direta com o adversário. E o plano deu resultado. Pressionado pela necessidade da ultrapassagem, Mansell errou e foi parar fora da pista, abandonando a prova e sacramentando o rumo da temporada. Ayrton se tornava o mais jovem piloto — 31 anos contra 34 de Prost — a alcançar o feito.

O ano de 1991 também acabou por se tornar o melhor de Senna em toda sua carreira na Fórmula 1 — encerrada com a morte após acidente do GP de Imola, em 1º de maio de 1994. Foram oito pole positions e sete vitórias em 16 corridas, incluindo aquela que se converteria em do momento icônico: o inédito triunfo no GP Brasil.

UMA VITÓRIA HISTÓRICA
Até 24 de março de 1991, Senna carregava a frustração de nunca ter vencido em casa.

De maneira épica, completando as últimas sete voltas da corrida com apenas a 6ª marcha à disposição, ele encerrou o incômodo tabu. No pódio, mal tinha forças para segurar o troféu. “Foi uma das maiores dores da minha vida, mas a vontade de ganhar era maior”, disse Senna, na época, sobre a conquista. Poucas frases conseguem sintetizar melhor a gana de um atleta.

Erick Bruno – O POVO

Recomendado para você