Veia Esportiva

e-Brasileirão. Final do primeiro campeonato de game de futebol da CBF será nesta quinta-feira

Troféu do e-Brasileirão, que será entregue ao campeão de 2016. (Créditos: Fernando Torres / CBF)

Troféu do e-Brasileirão, que será entregue ao campeão de 2016. (Créditos: Fernando Torres / CBF)

A final do e-Brasileirão, primeiro campeonato de game de futebol chancelado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), será realizada nesta quinta-feira, 8. Os e-atletas chegarão à CBF às 10 horas e as partidas vão das 11h15min às 18h40min, num ambiente especial preparado na sede na entidade, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Na primeira fase do e-Brasileirão eram 9.627 participantes, destes, restaram 20 finalistas, que estarão no Rio de Janeiro para a última e decisiva etapa. O e-atleta Khelvin de Lima Vasconcelos é um dos 20 finalistas e representa o Ceará na competição, com o clube do Vitória.

Sistema de disputa
Os 20 times serão divididos em quatro grupos, com cinco times cada um. Os representantes das equipes com maior número de inscritos (na fase inicial) são considerados cabeças de chave: Flamengo, Corinthians, São Paulo e Palmeiras. Os outros integrantes das chaves sairão de um sorteio a ser realizado antes do campeonato.

Depois dos duelos dentro dos grupos, os líderes vão às semifinais, com jogos de ida e volta. O vencedores chegarão à final, também em duas partidas. O campeão do e-Brasileirão 2016, o primeiro oficial da história, receberá o troféu na Cerimônia de Encerramento do Brasileirão. Todos os participantes desta última fase serão agraciados com uma medalha.

Confira a lista dos representantes de todos os clubes:
América Mineiro – Juan Carlos Gregório Rodrigues (Vitória – ES)
Atlético Mineiro – Magno Marques Gomes (Belo Horizonte – MG)
Atlético Paranaense – Edgar Fernando Corrêa (Curitiba – PR)
Botafogo – Kelvin Farias Silva (Rio de Janeiro – RJ)
Chapecoense – Gabriel De Carli (Chapecó – SC)
Corinthians – Bruno Henrique Cordeiro de Souza (São Paulo – SP)
Coritiba – Bruno Cesar Matsumoto Santos (Mogi das Cruzes – SP)
Cruzeiro – Cláudio Henrique Silva Mesquita (Belo Horizonte – MG)
Figueirense – Thiago de Souza Abreu (Palhoça – SC)
Flamengo – Kemylson Keylon Rodrigues Menezes (Brasília – DF)
Fluminense – Jonathan Campos Mathias (Cantagalo – RJ)
Grêmio – Samuel Roveda (Porto Alegre – RS)
Internacional – Alexsander Barros (Porto Alegre – RS)
Palmeiras – Luiz Fernando Torres (Santo André – SP)
Ponte Preta – Marcos Antônio Pádula Júnior (Bragança Paulista – SP)
Santa Cruz – Izaquiel Pereira de Brito (Recife – PE)
Santos – Guilherme Fonseca Agostini (Bauru – SP)
São Paulo – Jean César de Araújo Silva (Jandira – SP)
Sport – Iago Kellwen Bento dos Santos (João Pessoa – PB)
Vitória – Khelvin de Lima Vasconcelos (Fortaleza – CE)

Campeão depois de três fases
Na primeira fase, os jogos foram online, entre torcedores do mesmo time. Em seguida, os melhores se enfrentaram, presencialmente, nos estádios, e esta seletiva apontou o “campeão” de cada clube, que vai ser o jogador desta equipe na final do dia 8, na sede da CBF.

Recomendado para você